Ói nóis falando de moda de novo! 😀

Batemos um papo sobre algumas tendências desse verão, coisas que são caso de amor ou ódio pra gente.

ana

31 anos, do Grande ABC Paulista, diretora de arte. Quando criança nadou e jogou futebol, mas parou com tudo na adolescência. Só voltou a se...

>> Veja mais posts dessa autora

Vou começar o post confessando uma coisa: eu não sou fã de cozinhar. E por isso eu não sou eu a pessoa responsável pela compra dos utensílios de cozinha, e sim maridôncio, pois ele cozinha bem pra caramba (e gosta!). Mas como eu tenho que cozinhar pra mim e pras meninas, elegi os utensílios domésticos que mais gosto e os que uso com mais frequência.

A intenção desse post é ajudar azamigas que são tão fãs da cozinha quanto eu, hahahahaha (ou não! Vai saber…). Ah! E as fotos são tiradas da internet porque a mãe (mais conhecida como Ana Carô) costuma revirar ozóio quando vê minhas fotos, hahahah.

1. Liquidificador

Aqui em casa o liquidificar é utilizado, no momento, para apenas 1 coisa: fazer o gelo de suco verde. E olha, tô passando uma raiva com o meu. O meu liquidificador é o mesmo desde quando casei e ele nunca foi uma maravilha, mas agora que o suco verde está sob minha responsabilidade vou contar que garrei ódio do bicho e preciso de um novo urgente. E reparei nunca coisa que nunca tinha me atentado (#anta): precisa ser um liquidificar bastante potente (pra dar conta de triturar toda a couve) e com um copo acima de 1,5 litro porque o meu não é suficiente para todo o líquido.

 

No site da Americas.com por R$ 129,99 (preço pesquisado em 11.01.2017)

2. Porta mantimentos

Uso muito porque eu compro bastante coisa a granel (chá, arroz, açúcar demerara, etc). Os que eu mais gosto são os quadrados porque ficam mais fáceis de encaixar no armário. Sou tipo viciada por porta mantimentos, sempre preciso comprar “mais um”, hahahaha. Alguém se identifica?

No site da Americanas.com por R$ 69,99 o kit (preço pesquisado em 11.01.2017)

3. Espátula de silicone

Um ótimo substituto para a colher de pau (que nem usamos mais por aqui). Esse utensílio eu que comprei e adoro porque nunca fica sobra “dentro da colher”, manjam? E ainda é super prático de lavar e secar.

No site da Americanas.com por R$ 10,90 (preço pesquisado em 11.01.2017).

4. Mixer

Eu tenho esse modelo simples, que não acompanha copo. A única utilidade que ele tem aqui (até o momento) é bater o gelo do suco verde e olha, sem ele seria um saco sujar o liquidificador todo dia pra isso 😀

No site da Americas.com por R$ 39,90 (preço pesquisado em 11.01.2017)

5. Moedor de temperos

Esse acessório é ótimo e super prático! Tenho 2: um para o sal rosa do himalaia e outro para as pimentas (branca e preta).

Existem outros modelos mais tops, como o moedor de aço inox com 2 divisórias ou o moedor com 3 divisórias, mas ainda não tive a oportunidade de testá-los.

No site da Americanas.com por R$ 17,90 (preço pesquisado em 11.01.2017)

6. Descascador de alimentos

Sou teimosa de nascença e demorei muito para começar a usar esse treco depois que maridôncio comprou. E ó, me sinto uma anta teimosa por ter demorado tanto para usar. É maravilhoso! Por isso inclui ele na lista, vai que você é teimosa feito eu e acha uma besteira gastar seu dinheiro com isso.

O descascador é vendido em mais de um modelo, mas o que achei mais prático foi esse modelo da foto abaixo:

No site da Americanas.com por R$ 9,09 (preço pesquisado em 11.01.2017)

7.  Timer de cozinha

Eu olhava esse acessório e achava a coisa mais inútil do planeta. Atéeeeee eu ter uma bebê em casa comigo e queimar arroz porque estava em outro lugar da casa que não era a cozinha. O meu veio no fogão, sempre uso e já me salvou várias vezes de queimar a comida. Só acho que ele deveria ter a função apagar o fogo após o 5º apito, hahahahha. Seria uma maravilha, não?

No site da Americanas.com por R$ 19,54 (preço pesquisado em 11.01.2017).

8. Centrífuga seca saladas

Esse treco fui eu mesma que decidi comprar. Fiquei um tempão pensando sobre ele porque sempre achei um trambolho e jurava que seria desnecessário, mas olha…valeu a pena! A salada fica sequinha, consigo guardar na geladeira em um pote e dura bastante tempo.

No site da Americas.com por R$ 28,90 (preço pesquisado em 11.01.2017).

9. Porta temperos

Muito útil!!! Um dos mais úteis dessa lista. Quando resolvemos abrir mão dos temperos prontos que vendem no supermercado e quando comecei a ler sobre os benefícios dos temperos, nosso estoque de temperos naturais foi aumentando e foi necessário comprar cada vez mais e mais potinhos. Aqui eu aproveitei para usar os potinhos de vidro que eu havia comprado para estocar leite materno para Rebeca e estavam sem utilidade desde que ela saiu do peito.

Como eu tenho certa dificuldade em diferenciar os temperos, uso o adesivo de lousa para identificar o que tem em cada potinho. Se você tiver potinhos como o da foto abaixo, os adesivos também são uma boa solução para ajudar na identificação dos temperos.

No site da Americanas.com por R$ 40,23 o kit (preço pesquisado em 11.01.2017).

10. Forminha de gelo

Eu morroooooo de preguiça de fazer o suco verde, então quando faço quero fazer muito de uma vez para poder ficar “livre” por um tempo (por isso a necessidade de um liquidificador potente e grande, hahaha) e aí também se faz necessário ter muitas forminhas de gelo para estocar tudo. Eu gosto de comprar as mais baratinhas porque vira e mexe quebra e as de silicone acho uma meleca na hora de colocar no freezer 😐

No site da Americanas.com por R$ 8,77 a unidade (preço pesquisado em 11.01.2017).

Enquanto finalizava esse post, fui mexer na cozinha e vi itens que não estão nessa lista, mas que considero essenciais, então pode ser que role uma parte 2 desse post.

Agora me digam: vocês usam algum dos utensílios listados acima? Acham essenciais como eu listei? Possuem alguma dica pra me dar que facilite ainda mais a minha vida?

Existem alguns utensílios que estou com vontade de comprar, então, em breve, farei um outro post com a relação desses itens para vocês me falarem se usam, quais valem a pena comprar ou não. Fechado?

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

A Ju bateu um papo com o Guilherme Leme, do Departamento Técnico da Bio Ritmo, sobre a importância da musculação para quem já passou os 45 anos de idade. Uma dica: é IMPORTANTÍSSIMO!

O vídeo tá bem legal, vale a pena enviar para aqueles parentes que já passaram dessa idade e não querem saber de ir pra academia. 😉

Foto: Casal idoso se exercitando, por Shutterstock.

ana

31 anos, do Grande ABC Paulista, diretora de arte. Quando criança nadou e jogou futebol, mas parou com tudo na adolescência. Só voltou a se...

>> Veja mais posts dessa autora

Vamos à continuação da listinha? Veja a parte 1 AQUI.

Em 2017 Acordei Disposta a…

5.  GASTAR MENOS

Quando temos um projeto maior – casa, casamento, fazer uma grande viagem, investir em estudos, é mais fácil fechar a mão. Mas que tal simplesmente não gastar porque quer consumir de forma mais consciente? Eu sei que todos os meses tem post de lançamentos, atiço vocês e brinco desejando um objeto X ou peça de roupa Y. Mas entre tantas opções, procure comprar só o que precisa de verdade. Eu era compradora compulsiva e muito boa em justificar a compra de um supérfulo, mas hoje até sinto orgulho em dizer que fiz progresso nessa minha meta. Claro que a situação econômica do país forçou a maior parte dos mortais brasileiros a gastar menos, mas tive bastante oportunidade de gastar e não o fiz (supérfulos baratinhos são sedutores, né nom?).

A meta de 2017 é resistir cada vez mais.

Melhor quebrar o cartão, migs

DICAS PARA GASTAR MENOS

  • Faça a famosa pergunta e responda com sinceridade: “Eu preciso muito disso?“, “Posso viver perfeitamente bem sem isso?“, “Posso adiar um tempo?”. Você vai ver que na maior parte das vezes não precisa comprar.
  • Aliás, adiar uma ‘compra não urgente’ é uma das melhores táticas e costuma funcionar maravilhosamente bem. Adie a primeira vez, se precisar adie a segunda, a terceira…quantas vezes precisar.
  • Olhe o produto, deseje, feche a aba do navegador e se distraia. Caso aquele item X aparecer no seu feed para te assombrar (coisa que CERTAMENTE vai acontecer), role a página e se distraia com outra coisa.
  • Leia mais sobre ‘consumo consciente‘.
  • Pergunte-se o que te motiva comprar. É pra trazer felicidade? É para suprir a falta de algo? Se você comprar o produto que deseja vai resolver seu problema ou te deixar arrependida?

“Porque quando eu compro, o mundo fica melhor” – Isso está muito errado!

  • Precisa mesmo comprar? Antes de comprar nas em uma loja virtual explore o menu. Na maioria delas tem uma categoria promoções ou outlet, saleofertas, etc (mas fique atenta que muitas coisas só parecem estar em promoção 👀). Amou um lançamento? Espere uns meses que certamente entrará em promoção.  Grandes marcas lançam taaaantos itens mensalmente que em poucos meses já colocam em promoção.

6. APRENDER A FAZER MAIS VEGETAIS E SALADAS

Sempre gostei de comer legumes e raízes, mas nunca fui dada a comer folhas e são elas que dão “volume” às saladas. Aí na pressa, acabo pulando essa parte. Você é assim também? Dê uma chance para as benditas em 2017!  Rumbora começar a colocar mais itens além do alface, tomate, cebola, rúcula (ops, adoro rúcula hahaha). Incrementar é o segredo! Tenho visto nos feeds umas saladas diferentes, que são verdadeiras refeições que me atiçaram num grau que até virou meta para esse ano. Vou aprender e quem sabe mostrar no Instagram.

Os potes eu já tenho. São da Acordei Disposta Store. Agora me falta a criatividade.

DICAS

  • A dica mais certeira é procurar. Temos toda uma internet que abre infinitas possibilidades. 😛
  • Abusar dos molhos. Nada como um temperinho delicioso pra dar um “tchan” naquela salada sem graça.
  • Seguir @acordeidisposta no Instagram e ver meu progresso saladístico. 🙈 Se você seguir, prometo postar. 😛

7. MEDITAR

Meta devidamente documentada em vídeo.  Existem muitas evidências científicas sobre os benefícios da meditação: melhora do humor, do sistema imunológico e até rendimento nos esportes. Fora o autoconhecimento! <3 A meditação pode ser realizada por todos, é só praticar. Anos atrás pratiquei meditação, coisa de dez minutinhos antes de dormir. Meu sono era lindo! A meditação também me ajudou a respirar melhor durante a corrida, fora que vivia muuuuito mais bem humorada, mais zen… Mas aí fui deixando aos poucos até parar totalmente. Preciso voltar urgentemente (socorro!).

DICAS

  •  Ler mais sobre o assunto e relatos de pessoas que praticam meditação. Tem um post muito legal sobre o início da prática no Hypeness.
  • Tem algumas técnicas de como começar a meditar no Youtube.
  • Não exigir perfeição! No começo é mesmo difícil, qualquer barulho é insuportável, os pensamentos e preocupações aparecem aos montes, mas vai tentando que uma hora vai.
  • Por incrível que pareça, não é necessário mais do que 5 ou 10 minutinhos do seu tempo. Tem até app pra isso!

8. SER [VERDADEIRAMENTE] GRATA

Em tempos de #gratidão em legendas de fotos bonitas, o quanto você está sendo verdadeiramente grata?

Mais do que uma palavra, considero o sentimento de gratidão tão sublime, pleno, supremo – quase divino, que muitas vezes e (sem querer) banalizamos o seu significado.

O que fazer a respeito em 2017?

Neste ano quero reclamar menos e agradecer mais.
Agradecer mais intimamente, sem precisar provar nada para ninguém. Agradecer ter conseguido passar por momentos difíceis. Agradecer o privilégio de estar viva, de ter condições de dormir e acordar todos os dias em paz. Agradecer pelo poder de escolha. Pela minha família!

A gente tem visto taaaaaanto essa palavra jogada por aí (#gratidão is the new ‘Eu te Amo’ do orkut) que em alguns casos (e quando se conhece bem a “pessoa grata”) chega a irritar. Gratidão não é um sentimento de autopromoção ou uma palavra bonita que muitos usam porque é cool.

Antes de prosseguir, entenda não estou aqui cagando regra do uso da palavra, aliás, morroooo de preguiça de caga-regras, só estou convidando a refletir mais se estamos mesmo sendo gratas ou nos fazendo de gratas.

Foto: Minha mesma

Deixa eu te contar uma coisa.
Passei por um 2016 muito difícil. Muito do que aconteceu foi consequência de minhas escolhas, mas muitas outras foram fatalidades. Foi um ano de perdas (de pessoas e de “coisas”) importantes na minha vida. Foi um ano estressante e de notícias ruins até a última semana (passei a última quarta do ano me desabando em prantos). E por opção passei a maior parte de tudo sozinha ou com poucas pessoas, poupei até as meninas do “grosso”. Reclamei? Muuuuuuuito! Mas quero e preciso adotar outra postura, aliás, já estou trabalhando nisso. 😀 Tenho milhares de motivos para ser grata. E eles são muitos maiores do que tenho para reclamar.

Neste item não tenho dicas para dar até porque estou aprendendo. Tenho um convite: quando tiver uns 5 minutinhos livres (no caminho do trabalho ou escola, antes de dormir ou ao acordar, ou no banho…não importa onde) reflita na vida que você tem. Mude o foco. Se olhar de cima sua vida (todo o “bolo”) e fizer um resumo, verá que todas as adversidades que passou é só mais um detalhe para seu crescimento. E se sua vida é muito dura, pense nas pessoas que fazem parte dela. Pense no quão forte é para passar por isso. Porque se algo aparece na nossa frente pra gente enfrentar é porque temos condições de passar por este adversário.

Será que os motivos para ficar sempre de bad são maiores do que a vida que você tem?

Isso é  ter disposição para ser a sua melhor versão.

Temos um ano de 2017  todinho pela frente e ele será diferente se tomarmos atitudes diferentes!

Obs* desculpa o textão. rs

erica

36 anos, de São Paulo, gestora de moda. Filha de pai japonês e mãe nordestina (Pi), é paulistana de nascença, mas já morou em Manaus,...

>> Veja mais posts dessa autora

ADORO viradas de ano.
Todo esse clima de renovação que envolve a época é bem convidativo à reflexão e mudanças. É uma época que a maioria das pessoas fazem retrospectivas, repensam erros e acertos, bolam novos planos e enchem o coração de esperança no ano que virá. Dá até um UP na força de vontade! 💗

Racionalmente falando, é só mais um ano e a vida não será transformada num passe de mágica. Mas convenhamos que é sim uma época que estamos bem mais dispostas a AGIR para que tudo seja melhor.

E que tal fazer isso djá? Sem esperar a próxima segunda-feira ou [pior] o próximo ano! DEUSOLIVRE, ISOLA!
Escrevi um monte de metas que eu preciso colocar em prática este ano e achei que seria legal dividir algumas delas com vocês. E como uma meta só será realizável com atitudes, também coloquei algumas dicas de como começar a botar a mão na massa. Vem comigo!

Em 2017 ACORDEI DISPOSTA A…

1. Dormir Melhor

Se tem algo que não faço a muito tempo é dormir bem. E quando digo dormir bem, me refiro a ter um sono de QUALIDADE. E é fácil sacar isso, quando acordamos descansadas e revigoradas é porque dormimos muito bem. E isso deve ser constante e não acontecer de forma aleatória.

O sono é tão importante que influencia em um bocado de coisas: concentração, humor, rendimento, peso, ansiedade…Se você treina forte, esteja ciente que um sono ruim pode muito bem jogar tudo isso para o beleléu (principalmente se você quer ganhar massa magra).
Ter uma boa noite de SONO é um dos segredos para Acordar Disposta e tem tanta importância que é digno de um post só sobre este assunto.

Já faz tempo que eu (Erica) tenho dormido de forma insatisfatória. Depois dos 30 anos passei a acordar mais cedo (hoje entendo meus pais e avós rs), antes das 5h da manhã já estou de pé e (acredite) eu gosto! hahahah Acho que finalmente me descobri uma morning person, hein? O grande problema aqui é que também sou notívaga e desligo a cabeça muito tarde. Aí já viu, né? Acordo como se tivesse trabalhado a noite toda.

DICAS PARA DORMIR MELHOR

  • Pouco antes de dormir crie um ritual que pode ser: um banho relaxante, velas (caso você não tenha gatos ou crianças pequenas rs) ou deixar o ambiente com uma iluminação mais baixa. Algumas pessoas usam cheirinhos e incensos para relaxar.
  • Deixe o celular longe da cama. Assim não você correrá o risco de cair em tentação e dar uma curiadONA e se perder no tempo.
  • Programe a iluminação do celular e monitor para a luz alaranjada (no IOS: Ajustes – Tela e Brilho – Night Shift – se você tem celular Android ou Windows Phone dá um help nos comentários).  Caso não tenha nos ajustes do seu celular, procure apps que fazem isso. O por que da luz alaranjada? A luz azul emitida pelos dispositivos eletrônicos aumenta o ritmo dos batimentos cardíacos e “confunde o organismo” fazendo com que a pessoa fique em estado de alerta. E isso suprime os níveis de melatonina (hormônio que induz ao sono). Grosseiramente explicando, a luz alaranjada é a mais indicada porque imita a luz do por do sol e induz a produção de melatonina.
  • Evite dormir com a TV ligada. O melhor ambiente para dormir é um quarto o mais escuro possível. Lembre-se que luzes emitidas aumentam o estado de atenção, além de atrapalhar a fase REM (sono profundo).
  • Se puder, evite ficar até altas horas trabalhando. Por um lado você ganha adiantando o serviço, mas por outro prejudica a produção no dia seguinte. No final das contas é um sacrifício que não valeu de nada.
  • Evite bebidas energéticas, cafeína ou se alimentar com “comida pesada” à noite.
  • Trate o sono com o devido respeito. É tão importante pra gente viver quanto comer e se hidratar.

2. FAZER O MELHOR QUE PUDER, SEM EXIGIR PERFEIÇÃO

Perfeccionismo.
O que muitos consideram qualidade, eu julgo um defeito. Sabe por quê? Essa “qualidade” mais me prejudicou do que ajudou. Esse perfeccionismo (no meu caso era imenso), já me fez agir de forma não muito legal comigo mesma. E muitas vezes isso já me levou a um estado auto depreciativo, compulsivo e depressivo. É tão sério que precisei de terapia e medicação por um tempo. Era um sentimento ruim que surgia quando algo que eu fazia não estava perfeito para meus padrões.

Bom…hoje estou mais “de boa na lagoa”, mas preciso me policiar muito para não cair nesse auto julgamento. Mas preciso melhorar mais ainda em 2017. Porque da mesma forma que não exijo perfeição de ninguém, não posso fazer comigo mesma, não é verdade? Quero sempre dar o meu melhor, mas sem me tornar escrava dos meus próprios padrões de qualidade. E se algo não saiu perfeitinho como queria, paciência uai!


Você é assim também? Então se liga nas dicas!

DICAS PARA SE LIVRAR DA NEURA DA PERFEIÇÃO

  • Escorregou? Levante-se e prossiga! Um caminho ou percurso nunca será fácil e totalmente plano, pelo contrário, é feito de altos, baixos, espinhos, buracos e pedras. Em algum momento vamos escorregar, tropeçar, cair e até nos ralar. O melhor a fazer é não voltar pra trás e sim se levantar, passar curativo e continuar.
  • Tenha um plano B, C, D… É sempre muito bom ter outras saídas. Isso além de ser uma tática, para sua cabeça significa que existe sim a possibilidade de falhar e se acontecer você saberá como sair dessa.
  • Pequenos acertos é melhor do que desistir de vez e começar tuuudo de novo. Vai acertando aqui, errando ali, uma hora a gente chega lá. Spoiler: mesmo se você começar tudo de novo, uma hora vai tropeçar. E aí, vai recomeçar quantas vezes?
  • Se você estiver naquele ponto que descrevi no texto, tente achar o que te causa isso. Procure fazer terapia, é maravilhoso!
  • Não espere o momento perfeito, ele pode demorar a acontecer. O momento certo não é amanhã, é AGORA. É você que faz a hora perfeita! E se amanhã estiver pior do que hoje, vai adiar de novo?

3.  TER UMA ROTINA DE TREINOS

Essa foi uma meta para 2016 que não consegui cumprir na maior parte do ano. Se eu for colocar na balança o ano todo de 2016, o tempo que fiquei parada foi muuuito maior em comparação com o tempo que me mexi.
De certa forma tenho motivos, mas hora de olhar para frente. Neste ano tenho pouquíssimas restrições e com fé logo-logo “terei alta”, portanto não tenho motivo pra ficar parada. Se quero ter o resultado esperado, preciso ser disciplinada. E disciplina exige planejamento. Por exemplo: se eu não treinar super cedo, só vou ter outra oportunidade se tiver muita sorte (tenho horários loucos). O que posso fazer então? Deixar tudo pronto, acordar mais cedo e ir treinar. Uma coisa é certa, tenho hora pra terminar o treino e pra fazer dar certo, preciso deixar tudo nos conformes. Pronto, é essa rotina que preciso seguir para que tudo dê certo.

DICAS

  • Desafio pessoal: a Carô lançou um desafio pessoal muito legal, que é treinar todos os dias, durante 30 dias. Eu me desafiei a postar fotos a cada 30 dias durante 1 ano para acompanhar a evolução. Qual é o seu desafio? Crie um e se for te incentivar a cumprir, compartilhe com a galera.
  • Deixe tudo preparado no dia anterior. Roupas, lanchinho, mala da academia e roupa do trabalho. Assim você não terá desculpas, afinal, já está tudo na mão.
  • Fazer o Drauzio Varella quando afirmou “Tenho tanta confiança na integridade de meu caráter, que fiz um trato comigo mesmo: ao acordar, só posso desistir de correr depois de vestir calção, camiseta e calçar o tênis“. O texto é ótimo, leia aqui.
  • Como disse no item sono, trate o seus treinos com o devido respeito. É como banho, tomamos todos os dias mesmo com preguiça, cansadas e com sono. É difícil até virar rotina, depois vai no automático.

4. TER MAIS MOMENTOS DE LAZER

Outra meta que falhei miseravelmente no ano passado. Me deixei ser levada pela rotina, compromissos profissionais e literalmente deixei de lado meus momentos de lazer. Saca quando esperamos o momento e estado perfeito? Foi beeem isso que aconteceu! Tá vendo como não adianta exigir perfeição em tudo?
Saldo Final de 2016: saí pouquíssimas vezes pra curtir e praticamente não tive vida social. Quando tinha uma horinha livre, era pra dormir.
Separar momentos de lazer não é uma frescura de desocupados, é prioridade para a saúde mental de seres humanos (até de bichos) e faz muito muito bem! É extremamente saudável relaxar e desconectar da vida de gente grande.

DICAS PARA TER MAIS MOMENTOS DE LAZER

  • Fazer planejamentos. Sim, por incrível que pareça, precisamos planejar até nosso lazer. Porque se for deixar pra esperar, o tempo passa, a gente se deixa levar ou ficamos em casa fazendo vários nada (o que é ótimo também, mas sair pra espairecer é melhor ainda). Faça ou imprima planners semanais e mensais, é ótimo porque dá uma visão ampla da semana ou mês. Eu imprimi esse aqui, mas tem um monte para imprimir na internet, só jogar no Google “Planner Semanal” “Planner Mensal 2017”. Faça do lazer também um compromisso.
  •  Não perca tempo vivendo a vida dos outros nos Stories, Snapchats da vida. Eu até voltei a assistir, mas o faço no carro (de carona) ou à noite ou qualquer outro momento quando não me resta opção a não ser olhar o celular. rs
  • Se você faz mais a linha caseira, pegue uma série para assistir. É ótimo para desviar atenção do que te estressa!

Por um 2017 sem muito estresse <3

Acabei me empolgando e deixei o post enorme. Oooops! 😬😂😂 Por isso achei melhor dividi-lo em dois. A parte seguinte sairá na quarta-feira.😊

erica

36 anos, de São Paulo, gestora de moda. Filha de pai japonês e mãe nordestina (Pi), é paulistana de nascença, mas já morou em Manaus,...

>> Veja mais posts dessa autora

Ah, as férias de verão…pra mim, as melhores. Principalmente quando tem muita praia envolvida. Eu já ouvi muitas pessoas reclamando da praia por conta da areia e eu sempre falo que para ir à praia tem que ter todo um “traquejo”, caso contrário, a nossa vida realmente fica mais complicada ao ter que lidar com a areia, o vizinho que coloca o som alto e por aí vai. E pensando nisso, resolvi compartilhar algumas dicas para tentar deixar a praia mais prazerosa. Principalmente quando a praia está lotada de gente, pois nem sempre temos a chance de curtir uma praia vazia 😉

1. A praia é pública, mas ninguém faz só o que quer

Mesmo sabendo que a praia é um local público, respeite seu espaço e o do outro. Use, com limites, o espaço para guarda-sol e as cadeiras.

2. Cuidado com a toalha de praia (ou canga)

Você gosta de tomar um sol deitada na areia? Na hora de ir embora, junte a canga que está cheia de areia em um “montinho” e afaste-se na hora de batê-la para tirar a areia. Bater a canga, sem cuidado, no meio de todo mundo, vai provocar uma chuva de areia em quem estiver em volta e isso não é nada agradável.

3. Animais de estimação e praia não combinam

Eu sei que a maioria das pessoas trata o cãozinho como um membro da família, mas praia não é um local pra ele. Os animais podem transmitir doenças e fica muito complicado controlar onde e quando o cãozinho fará xixi se ele estiver na praia, com areia por todos os lados. Nas praias existem sinalizações informando que não é permitido cachorro ali, respeite as regras.

4. Cuide do seu lixo

Leve saquinhos para a praia com a finalidade de recolher todo o seu lixo (bitucas de cigarro também devem ser recolhidas da areia). Tudo o que você deixa de lixo na areia, poderá virar “alimento” para os animais marinhos. A tartaruga, a baleia e todos os demais animais marinhos, não conseguem diferenciar um alimento de verdade de um pedaço de lixo. Por isso devemos cuidar muito bem do nosso lixo.

Na Praia Grande aqui no litoral de São Paulo existe um serviço de limpeza da praia, onde no fim da tarde, um caminhão passa recolhendo lixo e um trator fazendo a limpeza. Porém, isso não justifica a falta de cuidado com o lixo no período que você está na praia. O trator não consegue recolher todo lixo e até ele passar no fim da tarde, a maré já subiu, já desceu e levou para dentro do mar o lixo que ficou ali.

Vocês sabiam que foram encontradas diversas baleias mortas e ao olharem o estômago delas encontraram muito lixo plástico? E essa foi a causa da morte delas? Pois é. Um total absurdo. Então, por favor, recolha todo o seu lixo. Sempre!

5. Cuidado com o som alto

Foto Stock: Radio vintage na areia da praia By Shutterstock

Quem não gosta de pegar um solzinho ouvindo uma musiquinha agradável? Mas nem sempre a música agradável pra mim é a mesma pra você. E nem sempre o volume da música que é agradável pra mim, é agradável pra você. Se optar por ouvir música sem os fones de ouvido, coloque em um volume que não incomode seu vizinho de areia.

6. Beba com moderação

Foto Stock: cerveja e mar…estou no paraíso. By Shutterstock

Acho que a cerveja gelada é bebida mais consumida nas praias do país. Mas isso não significa que você tem que beber até ficar inconveniente e dar trabalho para as pessoas, principalmente entrando no mar e correndo o risco de se afogar.

Graças a Deus eu nunca vi uma cena assim, mas é cada notícia “que nóis vê” na tv, que olha….

7. Cuidado redobrado com as crianças

Praia cheia é sinônimo de criança perdida. Eu já vi algumas crianças perdidas na praia (nada grave) e é de partir o coração ao ver o desespero dessas crianças ao perceberem que estão sozinhas ali.

Tomem muito cuidado com as crianças, coloquem fitinha com nome e telefone, não deixem as crianças sozinhas por muito tempo na água (isso para as maiores porque criança pequena sozinha na água = nem pensar). Cuidem das nossas crianças, elas são nosso bem mais precioso!

Se você achar uma criança perdida ou perder uma, procure um guarda-vidas ou um policial. Isso tornará o reencontro com a família mais fácil.

Aproveitem bem o verão, curtam muito a praia e, na dúvida, faça a seguinte pergunta: “eu gostaria que fizessem isso na praia perto de mim?” Se a resposta for “não”, então não faça.

Um ótimo verão pra vocês <3

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora