O ano finalmente começou e caso você faça parte dos 99% que fizeram as famosas resoluções de ano novo, chegou O MOMENTO de começar a cumpri-las.

Se alimentar melhor, começar alguma atividade física, ser mais frequente na academia, não matar os treinos, enfim, atitudes que a galera até começa a praticar nos primeiros dias, mas acaba procrastinando nos seguintes.

Eu entendo porque sou muito procrastinadora que é muito difícil criar um hábito novo. Sair do sedentarismo, da zona de conforto, algo que organismo já não ajuda muito, pois tende economizar ao máximo (e tem até estudos comprovando isso), cortar de vez as porcarias alimentares, conseguir passar pela crise de abstinência (sim, ela vem furiosa!), depende de muita força de vontade e principalmente conhecimento.

É difícil pra você? Relaxa, é assim com a maioria das pessoas. Talvez você só precisa mudar a tática. Eu que adoro uma listinha, vou compartilhar 3 táticas que já utilizei (e funcionaram) para me ajudar a criar novos hábitos saudáveis.

1. Estude

adquirir-habito-estudar

Estude, pesquise, leia bastante. Não há nada melhor do que ter o conhecimento daquilo que estamos consumindo! Imagem:  Girl Browsing Searching Computer Concept, by Shutterstock

Quanto mais entendemos como as ‘paradas’ funcionam, mais tudo começa a fazer sentido. Depois dos problemas de saúde que tive (contarei futuramente) e após me consultar com uma nutri funcional, passei a me informar. Pesquiso, leio artigos, livros, assisto documentários, ou seja, procuro entender o por que daquilo tudo.
Fazer uma dieta com prazo para emagrecer ou cortar algum alimento porque virou moda não é o suficiente. Você não vai conseguir sustentar este estilo de vida por muito tempo (não se esqueçam do estudo que falei lááá em cima) se não houver uma base mais forte.

Procure compreender, questionar e se libertar de um monte de roubadas que a mídia e a indústria tentam te vender. Diet, light, zero, XYZ free, farinha seca barriga, suplemento da moda (sem saber pra que serve), blábláblá whiskas sachê eapohatoda, às vezes só vai fazer você “rasgar dinheiro”. Quanto mais você aprende, mais percebe que tem coisas totalmente desnecessárias e que até te atrapalham chegar no seu objetivo.

2. Mantenha a “chama” acesa

adquirir-habitos-esportes

Miga, cê ta louca? Tô não! #juro! hahahahahahahahahah  Imagem:
Sport.Runner, by Shutterstock

Parece piada, mas não encontrei outro termo que expresse melhor o que quero dizer. ‘Manter a chama acesa’ significa se alimentar de conhecimento, praticar o que aprendeu e compartilhar com outras pessoas (se possível) todos os dias. É como um relacionamento com seu novo estilo de vida, tem que haver assistência.

Digo por experiência própria: quantas vezes li e descobri algo muito legal, mas por não colocar logo em prática, caiu no esquecimento? 😬

adquirir-habitosaudaveis-amizade

Tudo fica mais fácil quando compartilhamos experiências e conhecimentos com as amigas. Imagem: fitness, sport, technology and lifestyle concept – close up of happy women with smartphone, earphones and tablet pc computer listening to music in gym, by Shutterstock

Se achegar às pessoas com o objetivo parecido com o seu ou àquelas que acrescentam informação é uma forma de adquirir força para ir em frente, principalmente nesse início.
Recrute amigas, faça desafios com elas, monte grupos no WhatsApp. Quando você estiver desanimando, será sua amiga que te levantará, e da mesma forma, você a ela.
No Instagram e no Snapchat tem perfis bem legais que, além de incentivar, enriquecem com conteúdo. Eu sigo e assisto diariamente alguns e adoro!

Mude um pouco o foco!
Ao invés de seguir e/ou babar na musa fitness que indica produtos (que além de não sinalizar publicidade, você nem sabe se ela realmente usa ou consome), prefira perfis de pessoas mais “gente como a gente”.
Procure ir atrás de IGs de gente que tenha competência no assunto, como médicos e especialistas. Mesmo assim, não diga “amém” para tudo o que ler. Quantas vezes você leu sobre uma nova semente encontrada nas profundezas do tubos da câmara secreta do herdeiro de Sonserina que promete enxugar toda e qualquer gordura corporal em apenas 24h? Semente raríssima, que além de você ter que arrancar um dos olhos para pagar porque é um absurdo de cara, “de repente” surgem depoimentos de pessoas que começaram usar e tiveram e resultados surpreendentes! Por isso pesquise outros pontos de vista e tire suas próprias conclusões. Passe tudo pela peneira. Isso faz parte do item 1, vai tornar seu tempo proveitoso e de quebra aprenderá coisas novas. 😉

Se manter informada, com as antenas ligadas, praticar logo o que aprendeu e compartilhar informação ajuda “manter a chama acesa”.
Fazer tudo sozinha é bem mais difícil. Tenha alguém pra dividir o fardo contigo, vocês só tem a ganhar com isso. ☺

3. Ouça seu corpo

adquirir-habitos-autoconhecimento

Pratique o autoconhecimento. Imagem:
Young woman practicing yoga on the beach, by Shutterstock

Não existe pessoa melhor para dizer o que faz bem ou não para si, senão você mesma. É você quem convive com seu corpo 24h por dia, não é mesmo? Portanto tenha o sentido aguçado, sinta como o corpo reage à algum alimento e exercício, não tenha medo de testar.
Às vezes você tenta uma atividade (como a corrida), que embora a grande maioria ame de paixão, talvez você se encaixe na exceção. Não tenha medo de encarar outra atividade física! Talvez você goste mais de natação, crossfit, jiu jitsu, bike, hidroginástica, musculação, ballet fitness…o importante é testar até encontrar algo que goste de verdade. Assim o esporte não será um fardo e sim um prazer.

Sobre comida…às vezes você nem tenha alguma intolerância/alergia alimentar, mas só de ficar uns dias sem comer – por exemplo: X alimento, você já se sente muito melhor. Eu sou intolerante ao glúten e embora não tenha apresentado essa mesma intolerância à lactose, foi fazendo testes que descobri que a lactose, além de me deixar inchada, me causa acne (daquelas internas, doloridas). Retirei da minha dieta e bingo! Claaaro que depois fui atazanar atrás do meu gastro pra ter uma resposta para essa minha constatação.
Já retirar o açúcar me causou uma melhora absurda na disposição! Não me refiro somente ao açúcar refinado, mas outros tipos, como alimentos ricos em carboidratos. Mas isso é comigo, talvez com você seja diferente. Cada um é cada um, diversidade bioquímica. Lembrando que antes de testar algo, fui averiguar se tinha alguma alergia alimentar ou intolerância – se o fizer antes, pode mascarar o “problema” nos exames (caso da doença celíaca). Já em outros casos, como açúcar, realçadores de sabor, conservantes químicos e outras porcarias que sabemos ser prejudicial à saúde, se jogue. Faça testes com sensatez!  😉

Para algo se tornar um hábito, por mais prazeroso que seja, precisa-se de paciência e força de vontade. Uns dizem que um hábito se forma em 21 dias, outros em 30 e tem os que dizem que em até 66 dias! Não importa o tempo, um dia se formará. Mas é aquilo que falei anteriormente: cada um tem o seu tempo. A boa notícia é que depois que o hábito se instala na rotina aí é correr para o abraço. A sofrência fica beeeeem menor e tudo caminha quase que automaticamente.

Contei neste post, sobre o #projetoverão que eu não fiz e a necessidade de relaxar em todos os sentidos. Só que passada a época das festas de final de ano, meu corpo sentiu uma necessidade absurda de voltar aos “velhos hábitos” saudáveis – tá vendo como fica mais fácil fazer o caminho de volta quando se cria um hábito? Fora que, inchaço, indisposição, sonolência e a pele “estourada”…quem aguenta? rs

Desde segunda-feira estou mais regrada na alimentação, porém ainda estou de férias na casa da sogra e não vou deixar de comer a comida que ela faz só porque usa óleo vegetal na preparação. Ou deixar de comer as milhares de frutas que ela compra porque não atende a minha dieta. Equilíbrio, consideração e bom senso, né?

Entretanto, já parei com as porcarias, como doces e refrigerante e segunda-feira que vem, quando já estarei em SP, voltarei com tudo à minha rotina alimentar. É daqui que vem meu convite! 😀

Te convido a vir comigo, acompanhar e trocar conhecimento aqui e nas nossas redes sociais (Instagram @acordeidisposta e Snapchat acordeidisposta).
Não somente eu, mas a Carô e a Ju também irão postar suas rotinas lá.

E aí, bora fazer um Projeto #DispostaASerMinhaMelhorVersãoEm2016? Ao invés de 30 dias fazendo escolhas melhores para sua saúde, que tal estender sá-parada por todo o ano de 2016? Tipo um #projetoverão começando/terminando no verão.
Cooom certeza que chegaremos em 2017 mais saudáveis e suuuuuperdispostas! ❤

Claro, que ao longo do ano lançaremos mini desafios, mas a idéia é chegar no ano que vem com saldo mais do que positivo pra nossa saúde. E aí, quem vem junto? o/