Na primeira parte falei sobre alguns passos para começar a ter uma vida mais saudável, termo que, diga-se de passagem, está em alta. Seja nas redes sociais, grandes portais, na TV, revistas, boca do povo, nunca se falou taaaanto sobre essa tal ‘Vida Saudável‘ ou ‘Estilo de Vida Saudável‘.
Pra mim ter uma vida saudável vai muito além de viver de dieta, contar calorias ou ser alocka da ‘cadimia’. Nananinanão, é buscar melhorar em todos os sentidos. É procurar ser uma pessoa mais leve: no corpo e no espírito. 🙂

* Sendo assim, antes de começar este post, peço que leiam a parte 1. Para acessar clique AQUI.

vida-saudavel-2

Vida saudável envolve muito mais do que exercícios e contagem de calorias. Imagem:
mulher se exercitando no chão, by Shutterstock

Leu? Então vamos à segunda parte.

Está tudo bem contigo e tem o aval do médico? Chegou o momento de escolher uma atividade física ou A.F.
Aqui vale novamente a regra dos testes: se não curtir a primeira, tenta uma segunda, uma terceira e assim por diante, até encontrar a “sua”.
Mas recomendo que persista um pouco antes de partir para outra atividade. Às vezes é só o desconforto da adaptação, o que é muito comum. Lembre-se que seu corpo não está adaptado a tantas mudanças de uma vez. Imagine-se parada por um, cinco, dez, vinte anos e do nada você o “força” a fazer algo que, além de novo, exija um bocado dele? Se parada a apenas 1 semana já podemos sentir diferença, imagina para alguém que foi sedentária praticamente a vida toda? Por isso por favor, insista na saúde (uma hora vai, acredite em mim) e não desista de se mexer! *repito isso pra mim o tempo todo. hahahah
Atividades físicas existem aos montes e para todos os gostos, por isso não vou falar de cada tipo, até porque cada uma merece um post completinho e faremos isso no decorrer do tempo. Como o objetivo aqui é ajudar você (iniciante) a começar a se mexer, vou priorizar o ambiente da atividade, até porque depois de escolhido o local, ficará bem mais fácil para você escolher uma A.F para chamar de sua. 😉

Academia

A academia tem muitas vantagens, sendo algumas:

  • Variedade de aulas/modalidades e aparelhos;
  • Treinadores e instrutores à disposição;
  • Vestiário – a maioria possui chuveiros, o que é muito útil pra quem vai trabalhar depois;
  • Estacionamento – em algumas;
  • Segurança.

O que mais gosto em uma academia é o fato dela oferecer tudo o que preciso em um único local (musculação e cardio). E para quem está na fase de escolha de uma A.F, a maior vantagem está na possibilidade de testar aulas que as academias mais comuns oferecem: luta, jump, spinning, step, funcional, dança e por aí vai. Algumas academias tem estúdio de Pilates e até piscina para aulas de natação e hidroginástica. Normalmente é cobrado um valor à parte, mas dependendo do caso, vale muito a pena. É um leque de atividades para você testar, sem enjoar ou gastar uma grana extra.

Mas qual academia escolher?
Para isso sugiro a leitura deste post da Carô. Está supercompleto! 😉

Estúdios, Ginásios e Academias Específicas

Para ser sincera, não tenho experiência recente em academias específicas. Já fiz ginástica olímpica, handebol, judô (só comecei na verdade) e natação, mas foi a muito, muuuuito tempo. rs
E se tem algo que me lembro bem é que além do vício prazer de fazer um esporte e poder me aperfeiçoar nele (o que é irado!), fiz boas amizades e elas foram importantes nesse processo.
Só não fiquei porque né…a gente cresce e se não for seguir carreira esportiva profissional, existem outras prioridades, como trabalho e estudos (larguei tudo pra estudar para o vestibular). Não que você vá se matricular no intuito de fazer novas amizades, mas fazer parte de um grupo que você possa conversar a respeito, aprender mais, apoiar e receber apoio é muito legal. Quando escolhemos praticar um esporte específico, é mais fácil ser constante nele (pelos motivos citados acima), logo a chance de desistência é menor. Lembra quando disse que é melhor insistir antes de partir para outra? Era disso que estava me referindo.

Hoje em dia existem N atividades diferentes, que vão desde o crossfit ao ballet fitness. Para encontrar uma atividade com a sua cara, tem pesquisar bastante! Comece a seguir perfis de academias ou de pessoas que fazem o esporte que você está de olho.
Tem perfil no Facebook? Participe de grupos, converse e não tenha vergonha de perguntar para pessoas que praticam. Pesquise locais, faça orçamentos, peça para assistir as aulas e verifique se tem aulas experimentais (grande parte possui free pass). Assim a chance de se decepcionar ou sentir de saiu no prejuízo, será bem menor.

Atividades ao ar livre

Essa é a melhor opção para quem não curte ficar em um local fechado e/ou gosta de atividades em grupo. No ano passado, quando estava treinando para a meia maratona do Rio, fazia um mix academia + parque. Na academia treinava musculação e no parque os longões. Não consigo ter paciência de correr acima de 10k na esteira. Acho muuuuito chato e mesmo assistindo TV, ficava entediada, ansiosa (olhava para o cronômetro o tempo todo) e não curtia muito a atividade. No parque era diferente, conseguia viajar nos meus pensamentos e até resolvia problemas enquanto corria, aliás, está aí uma vantagem de fazer exercício ao ar livre: é terapêutico.

Para quem não quer somente correr ou andar de bike, existem muitas atividades para se fazer nos parques, como yoga, circuito funcional, trilhas… Hoje em dia é muito comum encontrar grupos de pessoas reunidas fazendo alguma atividade física, seja ela gratuita ou com assessoria esportiva. Aliás, algumas assessorias dão todo o suporte (tendas, lanches, professores) para os alunos. Dá para você desfrutar da atividade ao ar livre e ainda aproveitar toda a estrutura e segurança de um parque.

exercicio-ar-livre

Na praia até eu estava sorrindo desse jeito! Imagem:
Garota disposta malhando na praia. Exercício instruído por um professor., by Shutterstock

Se você mora perto da praia só faço uma pergunta: por que raios você ainda está no sofá?
Sou paulistana, mãããsss casada com um carioca, logo vou bastante ao Rio – inclusive já temos nosso quarto cativo lá na casa da sogra. hahahahhahah 😛
Sempre que vou à praia, morroooo de inveja do povo fazendo circuito funcional na areia. Inclusive já fiz algumas vezes e murry, mas amei. Existem outras atividades, como volei de praia, futebol, corrida…opção é o que não falta.
Quem mora no litoral também pode fazer atividades aquáticas, como natação, surf, SUP (que não é beeeeem uma atividade, mas está valendo). Ai que delícia!

<3

Em casa

exercicio-casa

Em casa qualquer hora é uma oportunidade de se exercitar. Aqui não tem desculpa! Imagem:
Fitness, exercício, vida saudável e dieta. Jovem mulher se alongando no chão enquanto assiste TV em casa. , by Shutterstock

O bom de se exercitar em casa é que você faz seu horário e não há brecha para desculpas. Pode fazer quando tiver um tempinho livre, não precisa se preocupar com roupas e ainda economiza com mensalidades. Não precisa de muito, só um programa ou internet (existem vídeos a torto e à direita na internet e aplicativos de celular), 20 minutinhos (existem aplicativos de atividades em 7 minutos!) e claaaaro, muita disposição para treinar.

A desvantagem é que você não tem o suporte de um profissional e corre o risco de fazer o exercício errado e se machucar. Caso você seja atrapalhada (como eu), ou não possui a mínima consciência corporal, talvez seja mais interessante aprender a se conhecer e executar exercícios da forma correta e depois partir para atividades físicas sozinha. Todo cuidado é pouco!

E aí, deu pra acender uma luzinha na cabeça? Já sabe o que vai escolher: academia, atividade específica, ao ar livre ou em casa? Chegou a hora de escolher as ferramentas de trabalho, vulgo roupas, tênis, etc.

Mas aí entra o assunto do post da semana que vem. hehehehe