Você pode estar pensando “o que um post sobre uma competição tecnológica faz em um blog de vida saudável”, certo? O negócio é que uma competição de tecnologia e empreendedorismo feita SOMENTE entre meninas de 10 a 18 anos é uma ideia muito boa. Não precisava dizer mais nada para a gente já querer divulgar a ideia, mas vem cá que vou te contar um pouco mais sobre o Desafio Technovation.

A ideia é abrir oportunidades para as mulheres em um mercado majoritariamente masculino. Atualmente, no Brasil, apenas 7% dos profissionais da área de TI são mulheres. Já nos Estados Unidos, apenas 0,4% dos calouros de Ciências da Computação são do sexo feminino. Números muito baixos, né? Fiquei bem impressionada. Grande parte das meninas nem chega a pensar em estudar e trabalhar na área de tecnologia porque cresce vendo e ouvindo que esta não é uma área para mulheres. Quem disse? Claro que é!

Alunas do Ensino Fundamental e Médio são desafiadas a desenvolver um aplicativo que traga soluções para problemas do mundo real, assim como toda a estratégia de lançamento desse aplicativo. Depois das etapas eliminatórias, serão escolhidos os melhores aplicativos do Brasil e estes participarão da etapa internacional, que acontece no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Todas as meninas dessas equipes irão para lá para apresentar as ideias e os planos de negócios para investidores. O aplicativo vencedor ganha US$ 10 mil e todo o suporte para lançamento no mercado. No vídeo abaixo você pode acompanhar a trajetória de um grupo de meninas de São Paulo que participaram do desafio no ano passado:

O desafio está em seu sexto ano mundial (e quarto no Brasil) e, até agora, já teve mais de 6 mil participantes em 64 países. Só aqui no país já foram entregues 90 aplicativos nesse tempo e o país registra 30% entre as participantes globais. Em 2014 e 2015 tivemos grupos entre os 10 finalistas mundiais. Adoção de árvores na Amazônia e conscientização sobre o uso consciente da água foram algumas das ideias propostas pelas meninas. Para esse ano o foco é estimular relacionamentos entre pessoas, organizações, governos ou meio ambiente. O melhor aplicativo nacional ganhará um prêmio de R$ 3 mil.

As meninas que representaram o Brasil na etapa mundial em 2015. - Foto: Secretaria de Educação de Pernambuco/Ademar Filho

As meninas brasileiras que representaram a América Latina na etapa mundial em 2015. – Foto: Secretaria de Educação de Pernambuco/Ademar Filho

As inscrições ocorrem até dia 21 de abril e podem ser feitas diretamente pelo aplicativo do Techonovation ou pelo site. Aí elas devem seguir um currículo disponibilizado gratuitamente para aprenderem um pouco sobre programação, empreendedorismo, negócios e marketing. Ao longo do processo elas terão ajuda de coordenadores e mentoras, para tirar dúvidas e trocar ideias. Como elas passam por todo esse processo de aprendizado, não é necessário ter experiência com programação para se inscrever.

Caso você entenda de tecnologia e/ou marketing, pode se oferecer como coordenadora de equipe ou mentora, também pelo site. Quem for das áreas de tecnologia, negócios ou marketing e quiser ser júri da etapa nacional também pode se inscrever pelo site, na segunda quinzena de abril.

Fala se não é uma ideia genial? Empoderar meninas através do conhecimento e mostrar para elas que SIM, LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER é sempre uma ideia que aplaudimos de pé aqui no Acordei Disposta.