A gente tem ouvido muito sobre o método hipopressivo e fomos atrás de um profissional em quem confiamos para saber um pouco mais sobre essa novidade. Tivemos uma manhã muito gostosa com o Junior Sena, preparador físico de atletas olímpicos brasileiros do tênis de mesa, e experimentamos o método. Rolou um vídeo com toda a experiência, dá o play:

 O que é o método hipopressivo

O método surgiu em 1980, criado por um médico especialista em reabilitação uroginecológica, o Dr. Marcel Caufriez. A técnica é um exercício postural sistêmico, que ativa a parte neurovegetativa do sistema nervoso para diminuir a pressão interna da cavidade torácica, abdominal e pélvica.

Quais os benefícios

Com a finalidade de diminuir a pressão intra-abdominal, o exercício acaba reposicionando os órgãos internos e relaxando a coluna e o diafragma. O resultado disso é uma circunferência abdominal menor. É o exercício perfeito para quem está em forma mas não consegue perder a barriguinha de jeito nenhum. O legal é que não é um método que foca na estética, mas traz bastante benefícios para ela também. A gente ouve tanto falar de barriga negativa e, dependendo da pessoa e do nível que ela atinge no método, esse pode ser um dos resultados. 😉

Os benefícios terapêuticos da prática são vários:

  • Tonifica os músculos abdominais;
  • Reduz o perímetro da cintura;
  • Aumenta a força do assoalho pélvico e da faixa abdominal;
  • Ajuda na prevenção e diminuição de polapsos;
  • Alivia as dores lombares (inclusive para quem tem hérnia de disco);
  • Melhora a postura corporal;
  • Melhora a capacidade pulmonar (quem tem asma se beneficia bastante!);
  • Melhora a atividade sexual (OOOOOPAAA! \o/ );
  • Aumenta a mobilização metabólica;
  • Aumenta os níveis aeróbicos e anaeróbicos.

Quem pode praticar

Não é todo mundo que pode praticar o método hipopressivo, hein? Os praticantes devem estar em forma e ser saudáveis.

Quem não pode fazer os exercícios:

  • Pessoas com pressão alta;
  • Diabéticos;
  • Obesos;
  • Pessoas diagnosticadas com doença de Crohn;
  • Grávidas (liberado apenas no dia do parto e um dia após);
  • Mulheres que tiveram filho há menos de 3 meses.

O que sentimos ao fazer uma aula

Fizemos apenas 15 minutos do método e ó: foi tenso! Hahha. Nenhuma de nós três tinha feito algo parecido e foi muito legal. Os exercícios são tranquilos de fazer, mas as repetições, respirações e tempo em cada posição exigem muita concentração e força. Engraçado que chegou uma hora em que até me deu vontade de chorar, do nada. O Junior falou é que normal ter esse tipo de reação, já que a prática mexe diretamente com nosso sistema nervoso.

A aula passou voando e, quando terminou, nós três estávamos mais relaxadas. Legal pensar que o método ajuda a ter um abdômen mais sequinho e, ao mesmo tempo, dá essa sensação gostosa de relaxamento.

Agrademos muito ao Junior Sena por ter encontrado tempo para nos apresentar o método.

Mais sobre o profissional que nos ajudou neste vídeo e post

Junior Sena é Bacharel em esportes pela USP (CREF 130949-G/SP), personal trainer há 22 anos, instrutor de exercício hipoprensivo pela HTF e preparador físico de atletas olímpicos brasileiros de tênis de mesa.

Caso você tenha se interessado e queira entrar em contato com o ele para ter aulas, pode falar com ele através do e-mail juniorjmsena@gmail.com ou pelo perfil dele no Instagram.