Dias atrás, foi comemorado o Dia Internacional do Café, e da ‘Tchurma Disposta’ do blog, eu sou a Sra. Café. Puro, forte e sem adoçar, meu dia não começa oficialmente sem uma xícara canecona de café.

16-04-05-foco-forca-cafe

Vício-Culinário, Vício-Psicológico, Vício-Estilo De Vida, Vício-Vício. Imagem: Instagram @acordeidisposta

Mas nem sempre foi assim, eu era da “turma do contra”. Talvez porque preferia achocolatado ou tomava da maneira errada: com leite e entuchado de açúcar.

Aprendi a gostar de café por causa do marido, amante e apreciador Real & Oficial da bebida. Julio (o cônjuge rs) tem o paladar apurado e seria capaz de ficar horas conversando contigo só sobre café. Ele degusta e dá 716254365 características, como fazem os especialistas em vinho. Já eu sou peã e se estiver nas características descritas no primeiro parágrafo, tomo meixxmo e somente por puro prazer. hahaha
Tanta paixão me levou buscar algum benefício que pudesse reforçar minhas desculpas para consumir a bebida em paz. E para alegria geral da nação, [aleluia] encontrei muitos benefícios. Alguns (são muitos!) coloquei aqui. Curiosa? Vem comigo!

1. É uma bebida natural e funcional

cafe
Que é uma bebida natural já sabemos. Mas o que nem todo mundo sabe é que se trata de uma bebida funcional, ou seja, traz muitos benefícios para a saúde. E mais, a comunidade médico-científica já considera nutracêutico (nutricional e farmacêutico).
Muitas pessoas associam o café somente à cafeína, mas não faz idéia da grande variedade de macro e micro nutrientes presentes nele.

2. Amigo da Memória

bey-cafe

Existem vários estudos que comprovam os benefícios do café para a memória. Um em especial, da Universidade Johns Hopkins, testou a memória de 160 voluntários (obviamente divididos em dois) durante 24 horas. Os que ingeriram cafeína tiveram desempenho superior dos que aqueles que ingeriram placebo.

De acordo com a ABICuma pesquisa publicada no Journal of Alzheimer’s Disease,  demonstrou que a interação de uma certa substância (ainda desconhecida) presente no café junto com a cafeína “aumentou os níveis de um fator do sangue chamado GCSF, responsável por evitar o progresso do Alzheimer”. Pesquisas prévias da Universidade da Flórida do Sul (EUA), indicaram que a cafeína “reduz a produção no cérebro de uma proteína anormal chamada beta-amiloide, que, acredita-se, é responsável por causar a doença”.

3. Melhora a concentração

brigitte-cafe

A cafeína, presente na bebida, é conhecida por seu efeito estimulante sobre o sistema nervoso central. Isso proporciona uma notável melhora na performance cognitiva e psicomotora, ou seja, no estado de alerta, vigilância auditiva, melhora no aprendizado, raciocínio e percepção. Além disso, diminui a sonolência e dá um up na energia.
De acordo com estudos publicados na ABIC, o principal mecanismo de ação da cafeína deve-se “à sua similaridade estrutural com a molécula de adenosina, um potente neuromodulador endógeno, que inibe a libertação de diversos neurotransmissores: glutamato, ácido gama-aminobutírico, acetilcolina e monoaminas. A cafeína pode ligar-se a receptores da adenosina, bloqueando-os. Deste modo, a ação majoritariamente inibitória da adenosina fica impedida, sendo o efeito da cafeína, consequentemente, estimulante”.

4. Não é inimigo do coração, como pensava-se antigamente

 

thor-cafe

Não existem evidências que o café (em quantidades moderadas ou até 4 xícaras ao dia) seja maléfico para pessoas com problemas cardíacos.

Estudos desenvolvidos na Unidade Café e Coração, no Instituto do Coração (InCor/SP), comprovam a teoria. Um dos experimentos avaliou 41 pessoas com algum tipo de cardiopatia. Durante três semanas esses pacientes cortaram totalmente a cafeína e fizeram exames. Depois disso, foi administrado de três a quatro xícaras grandes de café todos os dias, por dois meses. Não houve nenhuma alteração nos exames. Além desse experimento, foram estudados mais 80 voluntários cardiopatas e saudáveis, com resultado semelhante ao anterior.

5. É excelente na reeducação alimentar e emagrecimento (saudável)

jeannie-cafe

Estudos apontam que a cafeína contribui para a queima de gordura devido à sua ação termogênica (aumenta o gasto energético). Além disso é uma bebida de baixo valor calórico, e se acrescentado gordura natural nele (como óleo de coco ou manteiga), é sacietogênico. Quando estou na TPM ou quando sinto vontade incontrolável de comer algum doce, recorro ao café para cortar esse desejo. Geralmente funciona! 🙂

6. Além da cafeína

insert-coffee

Ok, falei muito da cafeína, que diga-se de passagem, está presente em outras bebidas. Mas existe alguma substância além da cafeína no café?
Segundo pesquisas coordenadas pela Embrapa, além da cafeína a bebida possui vitaminas e nutrientes como o potássio, zinco, ferro, cálcio, magnésio, diversos outros minerais, e também ácidos clorogênicos, responsáveis por grande parte da atividade antioxidante da bebida.

De acordo com o Coordenador Científico e pesquisador dos efeitos do café na saúde humana há mais de 20 anos, Prof. Dr. Darcy Roberto Lima em estudo publicado na ABIC, “durante a torra do café, esses ácidos clorogênicos formam novos compostos bioativos: os quinídeos. É nessa etapa também que as proteínas, aminoácidos, lipídeos e açúcares formam os quase mil compostos voláteis responsáveis pelo aroma característico do café. É toda essa composição que faz do café uma bebida natural e saudável”.

7. Aliado nos esportes

 

coffee

O café é um importante agente modulador do rendimento físico, potencializador de performance e ainda retarda a sensação de fadiga muscular (ótimo para esportes de longa duração). Tudo isso além da capacidade aumentada de atenção, concentração e raciocínio.

Estudos também apontam que em atletas que tomam café diariamente, ajuda também, na mobilização de substratos de energia para o trabalho muscular. O resultado é maior rendimento físico e queima de gordura como fonte de energia em vez de açúcares encontrados nos carboidratos. Ultimamente tenho feito exercícios só com café + óleo de coco no estômago.  Não sinto tontura ou cansaço e confesso que tenho rendido muito bem (melhor do que quando fazia lanche pré treino). Mas sou eu, não vá tentar fazer igual e passar mal.

8. Deixa a gente mais disposta

burns

Uma xícara de café é capaz de liberar neurotransmissores, como a dopamina. Isso faz com que haja um estímulo no organismo, acarretando em uma melhora significativa na disposição e produtividade. A cafeína age diretamente sobre o sistema nervoso central e estimula a produção de ácidos clorogênicos (olha eles de novo!), que agem diretamente nos sistemas de gratificação do cérebro (oi, bom humor!). Ao serem estimuladas, essas áreas provocam a sensação de euforia, aumentando a motivação.

9. É uma delíciaaaaa

like

Não preciso nem explicar, né? Amantes de café entenderão e concordarão. hahahaha

Obviamente, todos os benefícios que citei no post foram de estudos recentemente publicados e respeitando a dose máxima recomendada – cerca de 4 xícaras por dia. Não vai fazer a louca e tomar de litrão como eu, hein?

cafezinho

E aí, vai um cafezinho? <3

Créditos: ABIC, Embrapa, Exame, Portal Brasil.