Estou aproveitando que choveu horrores na terça-feira para já adiantar o post sobre a hospedagem (se tiver alguma leitora do AD vindo pra cá no feriado, me avisa pra gente se encontrar).

Como mencionei no post sobre o transfer, tivemos pouco tempo para resolver tudo e sabemos que quanto mais cedo ocorrer a reserva, maior é a chance de pegar um preço bom em hospedagem. E no curto espaço de tempo, não dava para pesquisar muito sobre hospedagem.

Começamos a busca através do Booking.com, olhamos os melhores preços e lemos as avaliações. O fator mais relevante foi o preço, fechamos um “range” de opções e o que nos fez decidir foi o fator “banheiro”. As pousadas que estávamos olhando possuíam o banheiro bem simples. Até que chegamos na Pousada São Francisco, pouco conhecida e com poucas avaliações. Renato ligou na pousada, conseguiu um preço melhor do que o do Booking.com e confirmou que a pousada é nova (por isso possui poucas avaliações no site de reserva).

A pousada está impecável, tudo novo. O quarto que ficamos tem um tamanho excelente, não nos deixa claustrofóbicos (isso é excelente já que pegamos chuva e passamos quase que um dia inteiro trancados no quarto assistindo TV, usando a internet e tomando tereré). O banheiro novíssimo, chuveiro ótimo, tudo muito limpo. As funcionárias super educadas e solícitas. Não temos vista para a praia, mas isso não era um fator relevante para nós.

Nossa quarto – Cama e saletinha

Outro ambiente do nosso quarto

A localização é ótima. Fica na rua da padaria (as pessoas identificam as ruas pelo nome dos locais) e está bem pertinho da praia, da rua principal e da rua do forró. Basta arrastar a chinela pelas ruas de areia e chegar rapidinho em qualquer lugar que precise ou queira ir. No site da pousada tem várias fotos dos ambientes.