Resultados para: dermatite

Dando continuidade aos posts que fiz sobre a Dermatite Atópica (quem lembra? Já rolou post explicando um pouco sobre a doença e sobre os cuidados básicos), dessa vez optei por fazer um vídeo para mostrar para vocês os produtos que uso nos cuidados básicos com a Rafaela.

– Cetaphil, R$ 99,90 na Drogaria Onofre

– Bepantol Derma, R$ 31,90 na Drogaria Onofre

– Hydraporin, R$ 72,68 na Drogaria Onofre

– Creme Nutraplus – R$ 41,02 na Drogaria Onofre

– Sabonete liquido Lipikar Surgrass, R$ 89,90 na Drogaria Onofre 

– Sabonete líquido Granado, R$ 16,09 na Drogaria Onofre

– Biolane Gel Corps Et Cheveux Surgras – Gel de Limpeza, R$ 55,99 na Beleza na Web

– Biolane Base Lavante Douceur – Água de Limpeza, R$ 36,99 na Beleza na Web

– Água Thermal Lindoya Verão, R$ 25,90 na Drogaria Onofre

Espero que gostem e caso tenham alguma dica de produto, não esqueçam de deixar nos comentários pra mim 🙂

*Preços pesquisados em 25/10/2016.

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Oi! Voltei para falar um pouco mais sobre a Dermatite Atópica. Como eu recebi o feedback de algumas pessoas que leram o primeiro post sobre dermatite e comentaram que possuem dermatite, eu achei que seria ótimo voltar e falar sobre os cuidados básicos que os atópicos devem ter.

Na verdade, esse tema renderá alguns outros posts, mas serão feitos com o tempo para não ficar uma coisa chata e enjoativa, ok? Não se preocupem. Eu optei por voltar “rapidinho” pra falar sobre os cuidados porque não adianta nada explicar o que é a doença e não deixar as recomendações básicas para os cuidados. Elas são extremamente importantes e ajudam muito (no meu caso com a Rafa, ajudou bastante!).

shutterstock_88255474

Imagem close em uma bela mão feminina aplicando creme hidratante. By Shutterstock

RECOMENDAÇÕES BÁSICAS PARA O PORTADOR DE DERMATITE ATÓPICA 

  1. Usar roupas leves, cores claras, largas e preferencialmente de algodão
  2. Retirar a etiqueta das roupas
  3. Não usar amaciante nas roupas
  4. Enxaguar bem as roupas
  5. Banhos mornos e rápidos 
  6. Evitar esfregar com buchas e similares
  7. Não usar o sabonete de glicerina em barra puro. Sabonetes líquidos, hipoalergênicos são os mais indicados. Nas crises, não usar sabonete
  8. Ao enxugar-se, evitar esfregar a pele com a toalha
  9. Passar creme hidratante logo após ao banho (dentro dos primeiros 3 minutos)
  10. Procurar manter-se em temperatura estável, evitando a transpiração
  11. Em caso de banho de piscina, tomar banho de chuveiro logo após sair (para tirar o cloro) e aplicar o hidratante
  12. Evitar contato com a poeira, manter quarto limpo, sem carpetes, tapetes ou cortinas que acumulem pó.
  13. Manter brinquedos de pelúcia ou lã distantes
  14. Usar colchas e capas de travesseiros anti-alérgicos 
  15. Aspirar o chão frequentemente
  16. Quanto à sua dieta, evitar os alimentos que você percebeu que pioram sua dermatite e aqueles que o médico pediu para você evitar
  17. Evitar corantes e aditivos alimentares
  18. Restos de alimento na pele desencadeiam dermatite, evite
  19. Enxugue o suor com uma toalha de algodão
  20. Procure manter-se calmo e controlar sua dermatite com bom senso

Eu recebi a lista acima no dia da minha primeira consulta com o Dr. Mário, colei na geladeira e foi um ótimo guia. Eu sigo as recomendações como uma xiita e elas ajudam na hora de lidar com a doença.

shutterstock_106522193

Imagem gota de água na pele humana by Shutterstock

COMO EU FAÇO POR AQUI? 

Eu evito roupas escuras e a Rafa usa em quase 100% do tempo roupas de algodão. As roupas de tecido sintético realmente incomodam. As etiquetas são arrancadas porque elas são um “convite” à coceira. O médico explicou que a etiqueta incomoda no pescoço e de repente a pessoa está conçando o pé e que isso é muito comum. Ele disse também que em alguns casos, até o contato físico com outra pessoa incomoda o atópico. Dar um abraço pode causar coceira (sim!!!). E sabe brincadeira de cosquinha? Detesto que façam na Rafa porque tenho medo dela começar a se coçar.

Se está muito quente, a Rafaela troca de pijama todos os dias. Em algumas situações, a roupa de cama é trocada 2x na semana. Não uso amaciante em nenhuma roupa aqui de casa para ela não ter contato e as roupas delas são lavadas com sabão de coco.

Pra Rafa é só sabonete líquido indicado para atópico ou o da Granado. Como agora ela está maiorzinha e às vezes faz uso de condicionar, só da marca Granado também. Bucha nem pensar. Toalhas apenas as muito macias. E em caso de crise de coceira, dou uma banho rápido nela para refrescar e passo hidratante. O resultado é imediato. Quando ela está com a pele muito ressecada, passo creme 3x ao dia, mas o de praxe aqui é hidratante ao acordar e após o banho.

No caso da piscina, estamos evitando a aquecida porque deixa a pele dela muito sensível e na piscina comum, ela toma uma ducha tão logo termina a brincadeira para tirar o cloro.

A praia é uma ótima opção para os atópicos, porém a areia é demônio. Rafa senta pra brincar na areia, fica raspando o bumbum ali e logo está toda machucada. O cuidado na praia também precisa ser dobrado. Mas a água de mar é um ótimo remédio para as feridas. Porém tem que hidratar bastante também porque o sal deixa a pele muito ressecada.

Bichos de pelúcia são itens praticamente extintos nessa casa, só 1 ou 2 foram salvos. Doei todos. Lã nem pensar. Cortina não existe, tiramos o tapete da sala e trocamos o sofá por um de couro por causa do acúmulo de ácaro.

Alimentação e stress são os itens mais bizarros de controlar e são os que mais fazem entrar em crise. Se a Rafaela pedir alguma coisa e achar que será contrariada, ela já começa a se coçar. Se ela está ansiosa porque vai sair, ela se coça. Corantes fazer MUITO mal, mas MUITO!!! Alimentos industrializados dão um show de horror à parte quando se trata de dermatite. Mas sobre a alimentação falarei em um próximo post porque o tema é longo e muito interessante.

Espero que essa lista ajude vocês como me ajudou 🙂

Ah, e um item que não está na lista, mas é muito importante: BEBA ÁGUA. A hidratação deve ser oral também. Se você não tem o hábito de beber água, agora é hora de atenção redobrada.

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Oi meu nome é Juliana e minha filha mais velha, a Rafaela, é portadora de Dermatite Atópica 😉 Para quem está chegando agora, vou contar um pouquinho como foi que descobri que essa doença existe.

Quando a Rafaela tinha uns 10 meses, ela começou a coçar muito os punhos, a ponto de ficarem muito machucados e sangrando. Foram muitas consultas no Pediatra, muitos cremes, suspeita de Escabiose (pra quem não sabe isso é o nome científico da sarna) por parte da pediatra e nada da minha filha melhorar. Quem convivia comigo na época pode acompanhar de perto o meu desespero e o do Renato. Rafaela que até então dormia no bercinho dela, passou a dormir na nossa cama porque tinha crises sem fim de coceira à noite.

Um pouco antes dela completar 1 ano, levei em uma alergo-pediatra que na mesma hora suspeitou que era alergia à proteína do leite. Quase pirei tentando excluir tudo o que pudesse ter traço da proteína, mudamos para o leite super caro e nada dela melhorar. Fizemos um teste de sangue e um teste de contato nela para tentar detectar alguma alergia e além da alergia à clara do ovo, não houve melhora, nem nada que esclarecesse tanta coceira.

Quando a Rafaela tinha 1 ano e 3 meses eu resolvi que aquela situação não estava certa e que eu mesma ia resolver aqui. Sentei no computador, digitei no google todos os sintomas da Rafaela e pelas fotos, a doença mais provável era a Dermatite Atópica. Nesse mesmo dia, achei o site da AADA – Associação de Apoio à Dermatite Atópica achei um link com o nome de vários profissionais que fazem parte da Associação e liguei no consultório de cada uma deles para saber o preço da consulta e a agenda deles. Até que marquei uma consulta com o Dr. Mário César Pires.

shutterstock_279539993

O bracinho da Rafa ficava mais ou menos assim. Foto: Eczama na pele de criança por Shutterstock

Chegamos no consultório e encontramos um senhor, calmo que ouviu calmamente toda a história que 2 pais desesperados tinha para contar e disse: “sim, ela tem dermatite atópica”. Saí de lá com uma relação enorme de conselhos, remédios, pomadas e hidratantes para usar na Rafaela. Nessa época, a Rafaela está no meio de uma crise de dermatite, toda machucada. Os machucados estavam atrás dos joelhos e na parte da frente dos cotovelos. Ou seja, em todas as dobras (esse é um sinal muito importante de que é dermatite, machucados nas dobras).

Eu pesquisei todos os hidrantes que ele havia me indicado e acho que nessa época tinha alguém nos EUA que trouxe o Cetaphil pra mim. Hidratação de Cetaphil 3 vezes ao dia + toda a medicação que ele passou, fez com que a Rafaela saísse da crise e ficasse sem nenhum machucadinho na pele. Lembro que nessa época, eu e o Renato éramos neuróticos com ela, nossa vontade era colocá-la dentro de uma bolha.

Mas o que é a Dermatite Atópica? 

Dermatite Atópica é uma doença crônica que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões e coceira.

A Dermatite Atópica afeta geralmente indivíduos com história pessoal ou familiar de asma, rinite alérgica ou dermatite atópica. Essas três doenças são conhecidas como as doenças atópicas ou tríade atópica.

O que causa a Dermatite Atópica?

A causa exata da Dermatite Atópica é desconhecida. No entanto, atualmente se sabe que a Dermatite Atópica
não é uma doença contagiosa, e sim uma doença de origem hereditária.

Uma criança que tem um dos pais com uma condição atópica (asma, rinite, alérgica ou Dermatite Atópica) tem
aproximadamente 25% de chance de também apresentar alguma forma de doença atópica. Uma criança com os dois pais com doença atópica, tem mais de 50% de chance de também apresentar doença atópica.

Quais as principais características da Dermatite Atópica?

Além da coceira, que está sempre presente, a Dermatite Atópica caracteriza-se pelo aparecimento de lesões na pele.

Na infância, as lesões de pele são mais avermelhadas, e localizam-se na face, tronco e superfícies externas dos membros. Nas crianças maiores e adultos , as lesões localizam-se mais nas dobras do corpo, como pescoço, dobras do cotovelo e atrás do joelho, e são mais secas, escuras e espessadas. Em casos mais graves, a Dermatite Atópica pode acometer boa parte do corpo (que é o caso da Rafaela).

A Dermatite Atópica é uma doença comum?

A Dermatite Atópica é uma doença muito comum, universal, sendo mais encontrada em áreas urbanas. Estudos recentes mostram que a incidência da Dermatite Atópica tem aumentado nas últimas décadas e atualmente afeta de 10 a 15% da população em geral, em alguma época da vida.

A Dematite Atópica tem início precoce, aparecendo geralmente no primeiro ano de vida. O prognóstico é favorável na maioria dos casos, sendo que aproximadamente 60% das crianças apresentam diminuição ou desaparecimento completo das lesões antes da puberdade.

Pele Seca

A pele seca é uma característica muito presente e representa um dos fatores que mais contribuem para a piora da Dermatite Atópica.

Para evitá-la, deve-se tomar cuidado na hora do banho, que deve ser rápido e com água morna. Evitar uso excessivo de sabonetes e buchas e aplicar um hidratante neutro nos três minutos logo após o banho, antes que a água que está na pele se evapore.

Na verdade, a coceira sem fim é causada pela pele muito seca. E como a pele de um atópico é “especial”, não é qualquer hidratante e sabonete que devem ser usados. No caso dos sabonetes, precisam ser os líquidos e hipoalergênicos. Esqueça os sabonetes líquidos daquela marca famosa para bebês 😉 E o hidratante não deve ser mudado, a menos que ele pare de dar resultado. No caso da Rafa, o Cetaphil funciona lindamente bem pra ela desde que recebemos o diagnóstico da doença.

ALGUMAS OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

  • Eu resolvi usar o Google como ferramenta de auxílio para o diagnóstico porque nenhum profissional da saúde estava conseguindo me ajudar. Mas em nenhum momento eu usei qualquer tipo de medicamento sem prescrição médica;
  • Por que eu fiz questão de mencionar que eu escolhi um dos profissionais mencionados no site da AADA? Porque depois de tanto médico, tanto creme e tanto “erro” eu não queria correr o risco mais uma vez do médico entrar na onda da mãe maluca, começar a tratar minha filha com Dermatite, sem realmente ser e ela não melhorar.
  • A alimentação está diretamente relacionada às crises de dermatite atópica, mesmo o teste alérgico não dando positivo para o alimento. Como o Dr. Mário fala: “o que a mãe observa é mais importante do que o resultado do exame”. Falarei mais sobre a alimentação em outro post e explico melhor essa fala do Dr. Mário.

Temos alguma leitora que é portadora de D.A. ou tem caso na família? Se quiser, podemos trocar figurinhas nos comentários 😉

 

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Primeiramente vocês devem estar se perguntando o que um lançamento de máquina de lavar tem a ver com o Acordei Disposta, um blog que fala sobre vida ativa e saudável. Explico: Tem tudo a ver!

Com a vida corrida e cheia de tarefas que temos, parece que fica cada vez mais difícil arrumar tempo para praticar uma atividade física. Eu, por exemplo, tenho que correr muito ao longo do dia para conseguir “dar conta” de tudo que quero e preciso fazer. Quando o assunto é roupa pra lavar, minha nossa, total absurdo! Esses dias me peguei contando quantas máquinas de roupa eu tinha enchido para dar conta de lavar toda a roupa suja e fiquei chocada! Foram mais de 6 máquinas cheias (a minha máquina é tradicional e tem capacidade para 7 kg de roupa). E o tempo perdido estendendo a roupa, minha sacada lotada de varal e sem espaço pra gente andar nela, o tempo perdido tirando a roupa do varal e dobrando para passar. SOCORRO!!!!!!

Eu que nunca fui muito fã de uma lava e seca, depois que mensurei o tempo perdido, passei a ficar desesperada por uma. Tô na orelha de maridôncio implorando por uma (pode até ser de presente de aniversário de 10 anos de casados, hahahahaha).

Dêem uma olhada nos lançamentos da Samsung e falem-me se não é pra morrer de amor por uma bicha dessas? Meu sonho de consumo são as independentes (imagina caber toda a minha roupa e de maridôncio em uma única lavada na máquina? Sem precisar encher 2…3 máquinas?! SONHOOOOO)

Lavadora Samsung AddWash – modelo WF15K6500

Com 15kg de capacidade, a Lavadora AddWash WF15K6500 conta com uma porta adicional, que permite a inclusão de peças de roupas, mesmo após o início do ciclo de lavagem. Se o consumidor esquecer itens para serem lavados mesmo depois de ligar a lavadora, basta apertar o botão “Pausar/Iniciar”, abrir a porta AddWash, adicionar as roupas e apertar “Pausar/Iniciar” novamente. Ainda é possível adicionar amaciante ou sabão no meio do ciclo. .

A lavadora possui 13 ciclos de lavagem que facilitam o dia a dia do usuário.  No ciclo “Super Rápido”, é possível lavar até 5kg de roupas em apenas 59 minutos. Já no ciclo “Sanitização”, as bactérias são eliminadas porque a lavagem é feita com a água aquecida a 95ºC (achei isso sensacional para as roupas da Rafa por conta da Dermatite). Também se destacam os seis modos que podem ser combinados com os ciclos de lavagem com um simples toque de botão, como por exemplo o modo “Manchas Difíceis”, “Passa Fácil” e “Adiar fim”. Neste último, a finalização da lavagem pode ser adiada em até 24 horas, minimizando o tempo de permanência da roupa lavada no tambor e consequentemente evitando maus odores. Vocês têm noção que dá pra programar a hora que a roupa será lavada? Sempre sonhei com isso, SEMPRE!!!! 

Assim como toda a linha de lavadoras Samsung, a AddWash WF15K6500 utiliza o motor Digital Inverter*, que não possui escovas, portanto ele funciona em temperaturas mais frias – e usa menos energia elétrica. Por contar com menos peças móveis, sem a utilização de polias ou correias, ele também tem um tempo de vida útil maior, por isso a Samsung oferece garantia de 10 anos para o motor. Já a função EcobubbleTM**  dissolve o sabão com ar e água antes do início do ciclo, gerando bolhas que penetram no tecido de forma mais rápida do que o sabão concentrado. O produto usa também a lavagem das roupas em água fria uma performance*** semelhante a de água quente.

Disponível na cor Inox, a Lavadora AddWash Samsung WF15K6500 tem preço sugerido de R$ 6.299,00.

Secadora Samsung – modelo DV15K6500

A secadora Samsung DV15K6500 é o par perfeito para a Lavadora AddWash WF15K6500. Ela pode ser instalada ao lado ou encaixada na parte superior da lavadora. Com tecnologia de secagem a gás, a nova secadora Samsung DV15K6500 chega ao mercado para oferecer benefícios e tecnologias cada vez mais modernas. Possui 14 ciclos de secagem onde se destacam funções como “Antirrugas” que minimiza o amassamento do tecido e consequentemente facilita passar a roupa. Já o ciclo “Sanitização” é ideal para eliminar odores de roupas guardadas no armário, por exemplo. A secadora vem com o acessório “Dryer Rack”, que permite secar itens mais delicados com segurança, sem que fiquem tombando durante a secagem. O fato da secadora usar o gás é perfeito!!! A conta de luz não vai nas alturas.

 

A nova secadora Samsung DV15K6500 está disponível na cor inox, com preço sugerido de R$ 4,999,00.

Lava e Seca AddWash Samsung – modelo WD10K6500

A Samsung apresentará também a inovação AddWash para a linha de lava e seca 10.2Kg. Trata-se da  AddWash WD10K6500 que será lançada em julho de 2017. Esse é o modelo perfeito para as pessoas normais como eu que ainda não podem investir o preço de um carro popular usado em eletrodomésticos (infelizmente!)

A Lava e Seca AddWash Samsung WD10K6500 estará disponível nas cores branca e inox, com preço sugerido de R$3.7999 e R$ 3.999,00 respectivamente.

Quando eu postei sobre os lançamentos no Instagram teve uma seguidora que comentou sobre o preço. Serei bem sincera: eu acho que vale à pena investir R$ 4.000,00 em uma lava e seca. A minha máquina de lavar está comigo há 10 anos e nunca deu nenhum problema, duvido muito que um modelo desses dê problema. Então o investimento é para um produto que será usado por muito anos seguidos e que vai fazer com que tenhamos uma economia grande de tempo. Estou aqui esperando algumas coisas se acertarem para adquirir a minha.

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Eu sou apaixonada por rotulagem de alimentos, mas nem sempre foi assim. Eu não fazia ideia do que poderia conter dentro de um pacote de um alimento. O “amor” pela leitura de rótulos só apareceu quando a Rafaela tinha aproximadamente 1 ano e começaram a apareceram com os primeiros sintomas da Dermatite Atópica. Antes dela ser diagnosticada com a D.A., a médica, na época, achou que ela poderia ter alergia à proteína do leite de vaca e foi aí que eu descobri a importância de ler os rótulos e descobri a grande gama de ingredientes que pode conter em um determinado produto existem e que não fazemos ideia do que possa ser.

Para quem está chegando aqui agora, informo que não sou nutricionista, sou apenas uma mãe super exigente com a alimentação das filhas (conhecida por alguns como “mãe chata”). Na verdade, não só com a alimentação das filhas, mas sim com a alimentação de todo o núcleo familiar, pois na hora de passar uma boa educação alimentar para minhas filhas, eu preciso praticá-la. Não adianta falar para minhas filhas que elas não podem consumir refrigerante, por exemplo, se elas vêem muitas crianças da mesma idade consumindo e os pais delas também. Por isso falei em educação alimentar, pois devemos explicar aos nossos filhos a razão de não consumir determinados alimentos. Não adianta só falar que não pode e fim. Sem educação, na primeira oportunidade que ele tiver, ele vai consumir os alimentos proibidos em casa, podem apostar.

Mas voltando ao foco do post, “por que devemos ler os rótulos dos alimentos industrializados?

Primeiramente devemos ler para saber o que tem dentro daquele pacote. Infelizmente, nem tudo que parece é. Explico: é comum encontrarmos nas prateleiras dos supermercados alimentos ditos como integrais na embalagem, mas que ao lermos o rótulo, a farinha de trigo integral não é predominante na lista de ingredientes. Ou acharmos um produto que na embalagem diz que ele é sem açúcar, quando na verdade ele tem açúcar, só está com um nome diferente na lista de ingredientes. E por aí vai.

As práticas que mencionei acima são muito comuns na indústria. E por isso vou dar início a uma série de posts explicando sobre alguns ingredientes que encontramos nos alimentos industrializados para que vocês possam olhar dentro do armário de vocês e verem o que realmente estão consumindo e aprenderem a fazer escolhas mais saudáveis. O ideal é que o consumo de “comida de verdade” seja predominante, mas quando for necessário recorrer ao produto industrializado, seja possível escolher uma opção melhor. Existem muitas opções bacanas na indústria alimentícia.

A ideia não é apontar defeitos e sim ensinar a fazer escolhas melhores. Quando a gente começa a ler os rótulos dos produtos, o tempo que ficamos no supermercado tende a aumentar um pouco, mas isso é temporário. Rapidinho pega-se “a manha” e a coisa toda entra em modo automático. Eu, por exemplo, para facilitar, quando a lista de ingredientes é gigante eu nem leio tudo. Devolvo o produto para gôndola e passo para a próxima opção. E vou falar, com o tempo vamos ficando tão “pró” que a quantidade de industrializados diminui bastante. Aqui em casa diminuiu muito, principalmente por conta da Rafaela e depois do Whole 30 diminuiu ainda mais.

Eu acho esse assunto tão fantástico e tão amplo que dá para falarmos sobre muita coisa ligada à alimentação. Espero que gostem do assunto e deixem sugestão sobre o tema para que possamos aprender juntas, já que ainda tem muita coisa que eu não sei exatamente o que é ou para o que serve.

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Depois de passar mais de 3 dias sob sol intenso e muito banho de mar, a pele e os cabelos começam a pedir arrego por aqui. Alguém mais se identifica com isso?

Aproveitando a ideia do post que fiz ano passado com os produtos para a hora de tomar sol, fiz um catado com os produtos que salvaram a pele e os cabelos no pós-sol após tanto mar e sol. Vou falar um pouquinho sobre cada um deles porque são todos novidades por aqui.

Vasenol Calming – hidratante corporal

Eu comprei esse hidratante porque havia lido que ele era bom para Dermatite. Mas não funcionou com a Rafa, então passei a usá-lo. O Vasenol Calming segurou lindamente a secura na pele que o banho de mar provoca, não precisei usar todos os dias e ainda assim minha pele ficou linda e meus cotovelos também :p

No site da americanas.com está R$ 17,29 (paguei em torno de R$ 24,00 no mercado do bairro).

Bepantriz derma – creme para proteção e hidratação da pele

Comprei essa pomada para testar se ela era tão boa quanto a pomada concorrente (até porque é 50% mais barata que a outra) e ó: valeu super a pena a economia, não deve nada pra outra pomada.

Foi ótima para recuperar os lábios secos. Passava na hora de dormir e sempre antes de sair da pousada.

Na Drogaria Onofre está R$ 13,68.

Clearskin – máscara facial removedora de cravos

Eu simplesmente AMO essa máscara! Fiquei anos sem conseguir comprá-la e coincidentemente a minha chegou antes da viagem. Ela fica “tipo uma cola” no rosto e tira toda e pele morta sem “desgraçar” com o rosto. Foi uma mão na roda durante a viagem, usei 2x pra remover o grosso de protetor solar que não estava conseguindo retirar no banho.

Eu comprei com aquelas revendedoras que possuem loja física, manjam? Paguei R$ 17,00 em duas unidades.

Desodorante Crystal e Desodorante Nívea Pearl & Beauty

Eu uso o desodorante Crystal no dia a dia, mas fiquei com medo dele não aguentar o tranco de uma viagem de 12 horas + calor do Ceará, então levei o desodorante nívea para não correr o risco de ficar com “cecê” (hahahaha, é assim que escreve isso?).

O Nívea aguentou super bem as 12 horas de viagem e não me deixou na mão nenhum dia por lá.

Nívea custa R$ 8,99 na Drogaria Onofre, mas paguei em torno de R$ 7,00 no mercadinho do bairro. Já o Crystal minha mãe trouxe da última viagem aos EUA.

Anti shock da pinkcheeks

Levei esse produto na mala por um acaso. Eu sempre deixo ele na minha sacola de praia, mas raramente uso e ó, foi uma bela salvação para os meus cabelos lá pelo 4º dia. Eu passei os 3 primeiros dias só trançando o cabelo na hora de ir para a praia (não gosto de usar nenhum produto com proteção solar porque gosto que eles fiquem bem queimados a partir da reação do mar com o sol). Depois disso resolvi passar um pouco (não precisou de grande quantidade) do anti shock nos cabelos trançados e quando voltei da praia meu cabelo estava super macio, foi moleza lavar e pentear.

Esse eu ganhei da nossa leitora linda Pri ano passado (pra vocês verem como quase não uso), mas dá pra comprar na Centauro por R$ 39,99.

Condicionador Neutrox Clássico

Ah o Neutrox…meu fiel companheiro dos meus primeiros anos de praia. Andei meio por fora de produtos para cabelo e beleza, até que ano passado fiquei sabendo que essa belezinha é livre de parabenos. Desde então não sai mais do meu banheiro. E uma coisa interessante: uso ele na Rafa, nunca deu reação alérgica nela (o que comprova a qualidade do produto, pois já usei condicionador “para adulto” na Rafa e deu muita alergia).

É tão difícil achar o Neutrox para comprar que incluímos ele na lista de produtos à venda na Acordei Disposta Store 🙂

Shampoo Clareador Tio Nacho

Eu falei dessa belezura em um vídeo para a TV Disposta no fim do ano passado, mas não tinha como deixá-lo de fora desse post. O Tio Nacho é o shampoo de uso diário de nós 4 aqui em casa (mais um produto livre de parabenos e que não dá alergia na Rafaela).

Gostaria de ressaltar que depois que achei o Neutrox para vender, eu não uso mais o condicionador do Tio Nacho.

O shampoo do Tio Nacho está à venda na Drogaria Onofre por R$ 29,90.

Espero que vocês tenham gostado das dicas e caso tenham algum produto queridinho para usar durante uma viagem de praia, deixa a dica nos comentários porque eu também quero testar 😉

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora