Há pouco mais de 1 ano eu fiz um post filosofando sobre a máxima “corpo são, mente sã” e continuo buscando essa plenitude. Tá, claro que em algumas fases estou mais focada nisso do que em outras, mas quem não é assim, não é mesmo?

Eu sou uma pessoa do tipo “agoniada”, me manda ficar quieta por 5 minutos, de olhos fechados e pronto, parece que algo dentro de mim começa a pegar fogo. Teve uma época da minha vida que resolvi fazer acupuntura para me auxiliar em um tratamento de saúde. Minha nossa! Eu quase pirava durante as sessões. O fato de não poder me mexer, a música calma…era um desespero dentro de mim.

Pois bem, durante as férias das minhas filhas me peguei sofrendo de “excesso de trabalho mental”, sei lá se tem nome específico pra isso. Só sei que eu passava o dia fazendo planos na minha cabeça, não conseguia executá-los e ficava pensando e pensando….e pensando o dia todo em coisas que me deixavam mentalmente cansada. À noite estava só o bagaço, aí lembrei que a Eri (nossa Japão) comentou no vídeo de retrospectivas sobre a meditação e fiquei com vontade de saber mais sobre o assunto.

Nesse meio tempo tive a oportunidade de conhecer a Dra. Priscila Nunes de Souza Pitt, especialista em meditação. Expliquei pra ela sobre meu interesse em saber mais sobre o assunto e ela me mandou algumas informações iniciais sobre o ato de meditar para que eu pudesse compartilhar com vocês (e tentar me animar a praticar a meditação) 🙂

Mas o que é Meditação? Segundo a Dra. Priscila Pitt, meditar é sentar (ou até mesmo andar, ou viver) na CALMA, no PRESENTE. É aprender a estar consigo nas 24 horas do seu dia, mesmo que tudo esteja um caos na sua vida, pois o mundo não para e está sempre nos exigindo mais, como podemos observar atualmente. Estamos sempre estressados, preocupados, ansiosos, deprimidos, sempre tentando lidar com a enorme quantidade de coisas que passa pela nossa mente e influencia nossa vida.

E como fazer isto, se sento pra meditar e não consigo parar de pensar? Quais as dificuldades na meditação? A Dra. Priscila Pitt menciona que primeiro é necessário entender a natureza da mente, que é agitada, ilusória, insaciável e inconstante, ou seja, é normal que todos encontrem dificuldade para meditar. A mente nos domina na maioria das vezes, e por conta desta falta de controle  sobre ela é que deixamos de ser felizes em muitos momentos. Podemos comparar a nossa mente com um turbilhão. Remoemos as mesmas coisas, as mesmas fantasias, os mesmos pesares, as mesmas esperanças e os mesmos medos como um disco arranhado. Isto gera muita confusão interna, e esta falta de tranquilidade é que nos adoece, nos traz angustias e infelicidade.

A partir do momento que tomamos consciência deste processo, de que temos dentro de nós um carrossel mental, podemos olhar de uma forma diferente. Seremos espectadores dos nossos pensamentos, enxergando-os como se estivessem numa tela de Televisão sem nos deixar envolver por aqueles sentimentos que eles nos causam, e assim aquele turbilhão mental vai passar e fluir. Sim, meditar é um caminho de dedicação, pois é um treino DIÁRIO do “estar consigo”, o que as vezes é difícil, pois temos que encarar nosso barulho interno. Durante toda a vida fomos ensinados a “viver para fora”, a nos distrair com o exterior, mas esquecemos que, ao olhar para dentro de nós, estaremos nos libertando, pois iremos entrar em contato com nosso EU MAIOR e desapegar do que não nos serve mais. Quando falamos em EU MAIOR estamos dizendo que na verdade não somos o que pensamos, ou seja, não somos nossos pensamentos, mas sim, nossos pensamentos fazem parte de nós. Assim como num espelho, a forma e o reflexo se observam, você não é o reflexo, mas o reflexo é você.

A Dra. Priscila Pitt fala ainda sobre a importância da respiração, que é a nossa âncora, já que nossa mente pensa em tantas coisas ao mesmo tempo, e nos leva para lá e para cá. Temos que ter algo que nos traga de volta para o agora, e esta é a função da respiração. Ela é o vazio, o etéreo, e este vazio purifica a mente, e no vazio da mente, penetra a luz, diz a especialista.

Vocês gostaram do tema? Eu estou com a ideia de investir um pouco do meu tempo em tirar esse “bloqueio” com a quietude do corpo e da mente e aprender a meditar. Quero conferir de perto os benefícios da meditação. E vocês? Em breve darei sequência aos posts sobre a meditação falando um pouco mais sobre os benefícios da prática.

Se tiverem alguma dúvida adicional sobre a meditação, deixem nos comentários que entraremos em contato com a Dra. Priscila para nos auxiliar com as respostas 😉

 

Sobre a Dra. Priscila Nunes de Souza Pitt

Biomédica doutora em acupuntura pela World Federation of Acupuncture-Moxabustion Societies WFAS. Especialista em meditação, massoterapia, florais, fitoterapia chinesa e brasileira e reiki. Atua na área desde 1999.

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora

Que delícia escrever esse post! Desde que comecei os preparativos para o meu casamento, pensamos em realizar um evento em parceria com a Paper Heart Eventos, para conversarmos com noivas sobre a ideia de perseguir o “corpo perfeito para o vestido” e sobre a loucura que isso pode se tornar. A gente acredita que ninguém tem que fazer dieta para servir em um vestido, muito menos sofrer por isso. Querer emagrecer e procurar uma vida saudável sim, mas nunca por conta de um padrão imposto pra gente. É essa a nossa filosofia por aqui, então por que não reunir um time incrível para conversarmos sobre isso, né?

O evento

Nosso encontro acontecerá dia 01/04/2017, pela manhã. Teremos um gostoso bate-papo com a Dani Balhes, personal trainer,  e a Carolina Marchesinutricionista. Vamos falar sobre a rotina de exercícios  e alimentação pré-casamento, cuidados que precisam ser tomados e sobre bem-estar para a vida. O casamento costuma ser uma época de mudanças significativas na nossa vida, é hora de se cuidar para estar bem para essa nova fase.

Um pouco do que teremos para o seu casamento: Assessoria Paper Heart, vestidos Dani Vidiz, cabine fotográfica Viu.vc e letras luminosas Maná Studios.

Depois, é hora de falarmos de casamento! Tem assunto mais gostoso para noiva? Tem não, se eu pudesse só falava disso nos últimos meses. Hehehe.
Teremos vestidos lindos da Daniela Vidiz para serem experimentados (a Dani estará lá, você poderá conversar com ela para pensar em qual vestido se adequa melhor à você), acessórios de cabelo, maquiagem, docinhos, fotografia, filmagem, letreiros luminosos, impressão de fotografia, sapatos e muito mais. Teremos algumas surpresas para as participantes, será uma manhã realmente especial. <3

Parceiros

Reunimos um time maravilhoso para, depois de falarmos sobre a saúde da noiva, falarmos também de casamento, é claro! Dá uma olhada na lista:

Inscrições

Quer participar? É bem simples: basta preencher o formulário abaixo. As vagas são limitadas e o preenchimento do formulário não garante a participação, entraremos em contato confirmando se ainda há vagas, ok?

Yay, estamos mega animadas! Nos vemos lá! <3

ana

32 anos, do ABC Paulista, diretora de arte. Já nadou, jogou futebol, correu, praticou musculação... Mantém a disposição se alimentando bem e se mexendo regularmente.

>> Veja mais posts dessa autora

Em fevereiro tiramos um dia inteiro para fazer gravações para o canal, então achei que seria legal mostrar um pouco dos bastidores desse dia. Assim, eis o vlog de um dia de gravações!

Geralmente os dias de gravação são super corridos, mesmo quando somos só nós três participando dos vídeos. Nesse dia a Erica não conseguiu folga do trabalho, mas tivemos participação de duas convidadas super queridas:

Ju entrevistando a Carol Spera e a Andréia Braga. 🙂

ana

32 anos, do ABC Paulista, diretora de arte. Já nadou, jogou futebol, correu, praticou musculação... Mantém a disposição se alimentando bem e se mexendo regularmente.

>> Veja mais posts dessa autora

Na verdade esse é um post Ame ou Odeie + Como Usar. E sim, é oficial, eu ADORO escrever posts de moda polêmica. hahahahahah
Um dos motivos para tanta empolgação, é a volta de “fantasmas da moda familiares”, aqueles que trazem um sentimento de nostalgia – para mim e os nascidos até os anos dois mil. Foi assim com os chinelões slide, com as pochetes e também com a logomania. Tendências que até pouco tempo, a gente ju-ra-va que jamais voltaríamos usar. Aham senta lá, Claudia!

Há quem odeie “real e oficial” e ainda existem diversos discursos sobre o assunto (vou me abster porque não é o foco do post).  A logomania já foi (no mercado de alto luxo ainda é) motivo de ostentação, mas acredito que atualmente e no quesito esportivo, tem muito mais a ver com identificação, lifestylebeleza da peça, praticidade (dá pra usar aquela sua camiseta de treino!) ou dar um toque mais divertido mesmo…

Looks com Calça

Se antes víamos grifes como Calvin Klein, Moschino, Kenzo, Tommy Hifilger, LV, Guess, entre outras (falando em vestuário), com a tendência esportiva cada vez mais em alta (já falei aqui e aqui sobre isso) temos visto que a logomania se estendeu com sucesso nas gigantes do mundo esportivo. É a junção do esporte com a moda casual! ❤️

Looks com Saia

A Adidas puxou a tendência por um looongo período, mas hoje encontramos muitas peças da Nike, Puma e, recentemente, Fila com seus logos gigantes estampados nos looks das digital influencers mais estouradas do Instagram. hahaha

Shorts, sainhas, jardineiras…dá pra udar com praticamente tudo!

Como usar?
Aqui você pode “brincar” como quiser. Sugiro priorizar o logo (como fazemos com estampas) e a partir daí compor o restante do look.
Você pode começar pelo velho e básico jeans (calça shorts, saia, jardineira…). Mas saiba que fica superbem com praticamente tudo, inclusive nos “looks montados”. Se quiser, incremente com salto e um acessório bacanudo. Joguei um moooonte de imagens de propósito pra gente se inspirar.

Camisetões que podem ser usados como vestidos.

Não tem muito segredo, só evite a todo custo usar logo em todas as peças. Pense que na prática já estará sendo uma propaganda ambulante kkkkkkkkk (marcas piram!), então nada como o uso do bom senso. rs

Onde Comprar?

Separei algumas opções bem legais pra você (e eu) se jogar na logomania.

1. Camiseta Fila Stack Flower – Centauro
2. Camiseta Puma Style Elemental – Centauro
3. Camiseta Nike Internacional – Nike
4. Camiseta Nike Nsw Top GX- Centauro
5. Vestido Adidas Originals Curto Tee Cinza – Dafiti
6. Camiseta Adidas Originals Paris Printed Soft Sl – Dafiti
7. Camiseta Fila Flame – Netshoes
8. Camiseta Adidas Foil – Netshoes
9. Camiseta Fila F-Box Palm Tree FXT – Netshoes

* Preços pesquisados em 05/03/2017

E aí? Curte a tendência ou prefere deixar passar?

erica

36 anos, de São Paulo, gestora de moda. Filha de pai japonês e mãe nordestina (Pi), é paulistana de nascença, mas já morou em Manaus,...

>> Veja mais posts dessa autora

A Ju bateu um papo com a personal Carol Spera pedindo dicas para quem quer começar a correr. O vídeo está bem explicativo, com dicas boas e funciona super bem como um guia para você que está pensando em entrar no mundo na corrida ou ainda está em busca dos primeiros 5 quilômetros. 😉

Você já corre? Então pode mandar o link para aquela pessoa querida que você quer incentivar a correr, que tal? 😀

Foto: Mulher saudável correndo na estrada, por ShutterStock.

Mais sobre a profissional que nos ajudou neste vídeo e post

Carol Spera é licenciada em Edução Física pela Unip, Bacharel em esportes pela Uniban e Pós Graduada em Biomecânica da Atividade Física pela Universidade Gama Filho (CREF 081741-G/SP), personal trainer especialista em grupos especiais (idosos, hipertensos, gestantes e crianças) e dá aulas de musculação, treinamento funcional e corrida de rua.

Caso você tenha se interessado e queira entrar em contato com o ela para ter aulas, pode enviar e-mail para carolsperapaiva@yahoo.com.br, pelo perfil dela no Instagram ou por sua página no Facebook.

ana

32 anos, do ABC Paulista, diretora de arte. Já nadou, jogou futebol, correu, praticou musculação... Mantém a disposição se alimentando bem e se mexendo regularmente.

>> Veja mais posts dessa autora

Oie! Hoje estou trazendo para vocês mais um post que fala sobre o poder da natureza na saúde (coloquei natureza porque envolve alimentação, ervas, etc). Descobri a o óleo de prímula há alguns anos e fiquei sabendo que ele poderia ser usada como suplementação para portadores de Dermatite Atópica, bingo! Fiquei feliz porque era mais um recurso que eu poderia usar para ajudar no tratamento da Dermatite da Rafaela.

E para ter um respaldo profissional no post sobre o assunto, conversei com a nutricionista Carolina Novaes para tirar algumas dúvidas que eu ainda tinha sobre a prímula e resolvi compartilhar aqui com vocês 🙂

AD – O que é a Prímula?

Carolina Novaes – Prímula é uma planta nativa da América do Norte. Das sementes dessa planta é extraído o óleo de prímula (Oenothera biennis) fonte de ácido gama linolênico (GLA), um ácido graxo da série ômega 6.

AD – Quais são os benefícios que o óleo de Prímula possui? 

Carolina Novaes – O principal benefício da suplementação do óleo de prímula está relacionado com a saúde da mulher. Dentre esses benefícios, podemos destacar:

  • contribuição para hidratação da pele mantendo a elasticidade;
  • fornece suporte ao combate de sintomas relacionados à tensão pré-menstrual. Como alteração de humor e inchaço;
  • auxilia nos sintomas de climatério e menopausa.

AD – Por que o óleo de Prímula está associado à saúde da mulher?

Carolina Novaes – Alguns estudos evidenciam que a sua utilização é capaz de melhorar as oscilações de humor, irritabilidade, mastalgia (dores nos seios) e sintomas vasomotores como os fogachos, comumente relatados na menopausa.

Entre seus efeitos positivos na saúde, destaca-se a sua atribuição na tensão pré-menstrual (TPM) e menopausa. Por essas razões a suplementação com óleo de prímula está associado à saúde da mulher.

AD – Todo mundo pode tomar óleo de prímula? Existe alguma contra-indicação?

Carolina Novaes – A maioria das pessoas podem se beneficiar da suplementação do óleo de prímula, no entanto, em casos específicos como gravidez, amamentação e em alguns casos como distúrbios hemorrágicos, epilepsia e esquizofrenia, a suplementação pode ser contra-indicada. Nesses casos específicos, busque orientação com seu nutricionista ou médico.

AD – O óleo de Prímula é encontrado em algum tipo de alimento ou o consumo dele só pode ser feito através de suplementação? 

Carolina Novaes – Como o óleo é extraído da semente da planta prímula, não sendo encontrado em nenhum outro tipo de alimento. A maneira mais fácil de suplementação é através das cápsulas que a indústria comercializa. Existe a opção de consumir através de azeite à base de óleo, porém é mais difícil encontrar nesse formato. Através das cápsulas é muito mais simples e prático para o dia-a-dia.

AD – Como o óleo de Prímula pode auxiliar no tratamento da Dermatite Atópica?

Carolina Novaes – Na saúde dérmica, o GLA (ácido gama linolênico) é essencial para a manutenção de sua estrutura e função. Observa-se, inclusive, a deficiência deste ácido graxo em algumas desordens de pele como no eczema atópico. Assim, o óleo de prímula pode ser benéfico em sintomas como coceira, descamação e edema, por melhorar a hidratação, elasticidade, firmeza, resistência e rugosidade da pele.

AD – Existe algum efeito colateral no consumo do óleo de Prímula?

Carolina Novaes – Em observações clínica, é possível afirmar que os efeitos colaterais do óleo de prímula são raros e escassos. Quando a ingestão do óleo de prímula é além da dose recomendada ou da necessária, é possível sentir náuseas, dores de cabeça e também dores de estômago.

AD – Qual a dose indicada para o consumo diário do óleo de Prímula para que os benefícios sejam atingidos? Existe diferença entre a dose indicada para uma criança e para um adulto? 

Carolina Novaes – A indicação usual para adultos é de 1.000 mg  duas vezes ao dia, essa quantidade pode variar de acordo com indicação e objetivos clínicos do nutricionista ou médico. A dosagem da criança vai variar de acordo com os objetivos do profissional de saúde que a acompanha.

AD – Os estudos referentes aos benefícios do óleo de Prímula são vastos ou ainda estão no começo?

Carolina Novaes – É necessário destacar que há escassez de evidências que comprovem o tratamento de fato, mais estudos na área científica são necessários.

 

Sobre a Carolina Novaes 

Nutricionista clínica funcional, responsável técnica da Vitafor.

 

juliana

35 anos, Paulistana de coração há 14 anos. Analista Financeiro, mãe de 2 lindezas. Já treinou Vôlei, Tae Kwon Do, tentou natação, judô, tem a...

>> Veja mais posts dessa autora