É verão, a gente tem que proteger a pele do melhor jeito possível e sempre acaba tendo uma dúvida ou outra, né? Fomos conversar com a Dra. Fabricia Marques para tirar algumas dessas dúvidas. Perguntamos sobre coceira, tempo de reposição do protetor, absorção de vitamina D, opções naturais, melasma e outras questões. Proteção e informação nunca é demais, né? 😉

Coisas para um dia na praia, por Shutterstock.

Coisas para um dia na praia, por Shutterstock.

AD – Ultimamente tem-se falado que o uso de protetor solar atrapalha a absorção de vitamina D. Isso é mito ou verdade? Procede a informação que deve-se tomar sol sem protetor por alguns minutinhos para só depois passar o protetor?
Dra. Fabricia – Antes das 10 da manhã e após as 16h não é nocivo se expor por 15 minutos, prática que ajuda a estimular a síntese de vitamina D. Quanto ao protetor atrapalhar a absorção de vitamina D, para que isso aconteça a quantidade de protetor deve ser excessiva e em toda superfície corporal, o que é praticamente impossível.

AD – Como escolher o protetor solar? Existem opções naturais (sem parabenos, PABA, benzofenoma, etc.) e eficazes tanto quanto os tradicionais?
Dra. Fabricia – Existem marcas com especificações nas embalagens: para pele oleosa, antienvelhecimento, com cor, para pele seca, etc . O ideal é que o paciente consulte seu dermatologista, pois só ele consegue avaliar com cautela sua pele. Essas substâncias (parabeno, PABA, etc.) quando ausentes nos protetores não interferem no fator de proteção.

AD – O suor excessivo proveniente da atividade física pode causar algum tipo de reação quando misturado ao protetor solar?
Dra. Fabricia – Algumas pessoas têm a pele mais sensível que outras e pode acontecer, quando se combina suor e alguma substância tópica. Há também casos de urticária relacionados ao calor e à própria atividade física, o que pode ser mais evidenciado quando também se acrescenta protetor solar.

AD – Me coço muito quando passo protetor solar e fico muito suada. Tem algum tipo de protetor mais indicado para quem tem esse tipo de reação?
Dra. Fabricia – Sim, existem protetores específicos, como os hipoalergênicos e os próprios para pele sensível.

AD – Não conseguirei parar a atividade física para repassar o protetor. Qual fator devo usar? Qual o tempo máximo de exposição que posso ter?
Dra. Fabricia – Quanto mais alto o protetor solar melhor é para pele, pois não passamos a quantidade suficiente para atingir o fator de proteção descrito na embalagem. O ideal é que a cada 2 horas você reponha o protetor. Se estiver fazendo atividade física enquanto está exposto ao sol, não esqueça de se hidratar bem e usar proteção física como chapéu ou viseira!

AD – Sobre protetor solar labial e capilar: quais os cuidados que devemos ter na hora de escolher? Devem ser repassados como os fabricados para pele?
Dra. Fabricia – Hoje o mercado dispõe de protetor capilar com especificação na embalagem e, sim, devem ser respostos com a frequência dos protetores de pele, principalmente quando estamos na praia, na piscina ou realizando alguma atividade sob o sol. Pacientes calvos ou mesmo carecas, devem usar o mesmo protetor da face. O protetor labial também segue a mesma orientação dos outros protetores.

AD – Protetor solar com base mancha mais a pele?
Dra. Fabricia – Não mancha.

AD – Qual o protetor solar mais indicado para quem tem melasma?
Dra. Fabricia – Protetores com proteção UVA, UVB e luz visível, acrescentados de água termal ou hidratante são melhores para para pacientes com melasma. A adição de cor ajuda a disfarcar a mancha do melasma. Hoje temos no mercado também alguns protetores com adição de substâncias clareadoras.

AD – Como limpar a pele do rosto para remover completamente o protetor solar?
Dra. Fabricia – O idela é que se use demaquilante, tônicos adstringentes e um sabonete específico para cada tipo de pele.

dra-fabricia-marques-ok

Sobre a Dra. Fabricia Marques

Formada em medicina desde 2010 pela Universidade Iguaçu-Rj (UNIG), Fabricia Marques concluiu o curso de  Dermatologia no Instituto BWS – Fundação Pele Saudável e atende seus clientes em um consultório localizado na região da Vila Mariana, em São Paulo. A especialista atua na área de dermatologia clínica, cosmiatria/estética e cirurgia dermatológica.  Manter uma pele saudável e bem cuidada sempre foi o desejo da Dra. Fabricia, que buscou especialização para ajudar as pessoas a alcançarem a beleza desejada e uma pele em harmonia.

AD-disclaimer-entrevista-assessoria